• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Usuários enfrentam longa fila na Farmácia de Minas

    Obras para melhorias do serviço prejudicam a dispensação dos medicamentos gratuitos

    Lucas Soares
    Repórter
    27/03/2014

    Os usuários da Farmácia de Minas, programa do Governo Estadual, para dispensação de medicamentos gratuitos fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Juiz de Fora, enfrentam longas filas de espera para retirar o benefício. Com o local em obras, o funcionamento do posto de entrega confunde os usuários e torna a espera cansativa.

    De acordo com a dona de casa Conceição Aparecida, 50, se algumas medidas fossem tomadas a situação seria melhor. "Se o atendimento fosse com hora marcada, como é dito na receita, seria mais fácil. O horário aqui não é cumprido, acho que eles acabam tendo alguns imprevistos. Mas se funcionasse seria ótimo, reduziria o tempo de espera. Já saberíamos a hora que seríamos atendidos. De uns dois meses pra cá, o tempo de espera tem aumentado", conta.

    Já a funcionária da Secretaria de Saúde de Senador Cortês (MG), Nivalda Pimentel, 43, acredita que as obras estão melhorando. "Todo mês pego medicamento para terceiros. Ontem mesmo eu vim aqui, cheguei por volta de 9h e sai daqui às 10h30. Hoje esperei de novo por 1h30, é muita gente. Esses dias eu achei que o atendimento melhorou com essa reforma. Já cheguei a ficar duas horas esperando", relata.

    Com a reforma em andamento, alguns usuários afirmam que o efetivo diminuiu. "Parece que eles diminuíram o número de pessoas atendendo. Houve uma piora do serviço, já que vem mais gente pra cá e não tem pessoal para atendê-los", opina o pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Fábio Santana, 37. O aposentado Adílson Cavalari, 74, também acredita nessa hipótese. "Tem três anos que retiro o medicamento nesta farmácia, mas esse mês está demorando mais. A entrega do remédio era em outro setor, agora é a mesma pessoa que atende. Aí acabo ficando mais tempo na esperando."

    Secretaria esclarece

    Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais informa que "o Núcleo de Assistência Farmacêutica da Superintendência Regional de Saúde de Juiz de Fora está passando por um período de reformas, não só na farmácia, como em todo o prédio desta superintendência.

    Quanto ao caso específico deste setor, temos a informar que está sendo realizada uma reestruturação física com o intuito de gerar melhorias para usuários e funcionários.

    O atendimento era realizado em um balcão nada ergonômico e bastante desconfortável. Por este motivo recebemos guichês novos, amplos e confortáveis, padronizados pela Rede Farmácia de Minas.

    Anteriormente, o usuário passava por três filas, sendo elas: da triagem, da espera pelo atendimento no sistema e da "entrega" do medicamento.

    Com o intuito de humanizar o atendimento, eliminamos a terceira fila. Agora, o usuário pega a senha na triagem e aguarda um único atendimento, ou seja, o mesmo funcionário faz o cadastro no sistema e realiza a dispensação/entrega do medicamento. Ocorre que, toda e qualquer mudança requer um tempo para adaptação e é esta fase que estamos atravessando. Nossos funcionários continuam trabalhando com a dedicação e o comprometimento de sempre e procurando se adaptar às mudanças e encontrar a melhor forma de atender bem.

    Ressaltamos que, humanização e acolhimento sempre foram, e continuam sendo, nossa prioridade. Estamos trabalhando intensamente na busca do melhor atendimento ao usuário.

    Testes estão sendo realizados durante todo o horário de funcionamento para que os ajustes necessários sejam realizados. Nenhuma mudança é definitiva. Estamos nos adequando para oferecermos conforto e comodidade aos nossos usuários."

    A SES ainda informa que, apenas nesta quinta-feira, 27 de março, o esquema antigo voltou a funcionar para avaliar o impacto na questão das filas.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.