• Assinantes
  • Saúde
    Sábado, 26 de abril de 2014, atualizada às 12h37

    Dia D da vacinação contra a gripe mobiliza população em Juiz de Fora

    Eduardo Maia
    Repórter
    Gripe

    Até as 12h deste sábado, 26 de abril, cerca de 10.500 pessoas foram vacinadas contra a gripe em Juiz de Fora, de acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria da Saúde. O dia D da campanha ocorre nas Unidades de Atendimento Primário à Saúde (UAPs), no Santa Cruz Shopping e no PAM Marechal até as 17h. A vacinação vai até o dia 9 de maio.

    A aposentada Marina Marques Veloso, 61, mostrou disposição na hora de tomar a vacina. "Tomo desde antes dos 60 anos. Quando me aposentei, continuei tomando. Tenho hipotireoidismo e o médico me recomenda", afirma.

    A balconista Andréa Alves de Souza Duarte, 22, levou a filha Ana Clara, de um ano para ser imunizada. "É muito bom para prevenir da gripe. A criança é mais vulnerável e é a segunda vez que eu trago ela pra vacinar. Fica mais protegida", conta.

    De acordo com o secretário de Saúde, José Laerte Barbosa, todas as equipes de vacinação da Secretaria de Saúde estão envolvidas neste sábado para realizar a imunização. "Nós temos dificuldades de atingir os níveis recomendados pelo Ministério da Saúde, embora a gente faça toda a mobilização. A população nem sempre se mobiliza do jeito que a gente gostaria. A partir de segunda-feira, as vacinas estarão disponíveis em todas as unidades de saúde para as pessoas recomendadas pelo Ministério", diz.

    A vacina é destinada a crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 80% de cada grupo prioritário, com exceção dos doentes crônicos.

    VacinaçaoDocumentação

    As pessoas com doenças crônicas devem apresentar prescrição médica no ato da vacinação. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados, sem a necessidade de prescrição médica. "É preciso ter a orientação do médico para liberar para usar a vacina. Não há contra indicação para as gestantes e nem às puérperas (mulheres que tiveram filhos recentemente). As crianças devem trazer o cartão de vacinação. Vai ser uma campanha tranquila", orienta o secretário.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.