Sexta-feira, 12 de dezembro de 2014, atualizada às 12h10

HMTJ suspende urgência e emergência em Juiz de Fora

hmtj

O atendimento da Rede de Urgência e Emergência do Hospital e Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ) foi suspenso em Juiz de Fora, desde a noite da última quinta-feira, 11 de dezembro. O serviço reúne 94 municípios da Macrorregião Sudeste. Os pacientes eram encaminhados pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde Região Sudeste (Cisdeste).

Segundo o hospital, o motivo da suspensão é que o Governo não repassou a verba, por meio do convênio firmado com os municípios. O acordo previa o repasse de cerca de R$ 2,6 milhões por mês, mas desde fevereiro de 2014 há atrasos e a dívida acumulada até dezembro já chega a R$ 10 milhões.

O Cisdeste lamentou a suspensão do serviço no HMTJ, mas afirma que os pacientes não vão deixar de ser atendidos. Contudo, outros hospitais da rede estão aptos a receber casos de traumas graves, como o Hospital de Pronto Socorro (HPS) e a Santa Casa de Misericórdia.

A assessoria da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) afirma que realizou repasses para o hospital, mas que há até o momento não foi registrado qualquer repasse do Governo Federal, o que está gerando dificuldades no setor hospitalar e colocando em risco o funcionamento da rede. O Portal ACESSA.com está tentando contato com o HMTJ.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.