• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos
    Terça-feira, 5 de abril de 2016, atualizada às 14h05

    Indenização é revertida em doação de colchões para entidades filantrópicas de JF

    foto

    O Ministério Público do Trabalho (MPT) reverteu R$ 162 mil em doação de colchões a entidades filantrópicas de Juiz de Fora. As doações estão sendo feitas por lotes semestrais, que começaram a ser distribuídos em agosto de 2014 e seguem até fevereiro de 2017. A verba destinada é proveniente de indenização devida pela empresa Castor Minas Rio Indústria e Comércio de Colchões por descumprir itens de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado perante o MPT em 2012. À época, 152 empregados foram identificados em situação irregular.

    "A estimativa é de que seja doado um total de 420 colchões até o final do prazo do cumprimento deste acordo. Até o momento sete entidades filantrópicas foram beneficiadas e ainda podemos receber pedidos de entidades que estejam precisando de colchões", explica o procurador do Trabalho Wagner do Amaral, responsável pelas destinações.

    Qualquer entidade que esteja localizada em algum município integrante da circunscrição da Procuradoria do Trabalho em Juiz de Fora pode candidatar-se a receber doação de colchões. Os requerimentos de doações devem ser remetidos por ofício à Procuradoria do Trabalho em Juiz de Fora, rua Constantino Paleta, 390, com cópia do estatuto social, com informações completas sobre a assistência prestada pela entidade filantrópica, número de beneficiados, endereço completo, telefone de contato e responsável.

    As sete entidades filantrópicas que receberam os colchões, são: APAE de Juiz de Fora, Abrigo Santa Helena de Juiz de Fora, Educandário Carlos Chagas, Fundação José Theodósio de Araujo, ASCONCER, Fundação Ricardo Moyses Jr e Fundação Espírita João de Freitas.


    Com informações da Assessoria

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.