Turismo aquece economia com festival gastronômico A expectativa é que sejam vendidos 20 mil pratos e movimentados R$ 1,5 milhão no Estado de Minas. Juiz de Fora está entre as cidades participantes



Renata Cristina
Réporter
19/04/2007

Foto de passaporte

O Circuito Caminho Novo, roteiro turístico que passa por Juiz de Fora, ganha novos ares com o Brasil Sabor 2007, realizado pela Abrasel. Além dos sentidos aguçados pela culinária mineira, com pratos deliciosos, como o vulcão de batata e o atoladinho de carne de sol, a economia se aquece com o evento. A expectativa é que sejam vendidos 20 mil pratos e movimentados R$ 1,5 milhão em todo o estado.

Minas Gerais é o estado com o maior número de participantes no festival que acontece até dia 20 de maio em Juiz de Fora e mais 25 cidades do país. A culinária mineira será representada por 186 estabelecimentos, incluindo 18 circuitos turísticos. Na cidade, participam do evento, 29 restaurantes que só começam a servir seus pratos a partir desta sexta-feira, quando acontece a abertura local do Só Sabor 2007. Cada restaurante servirá um prato que será preparado com ingredientes regionais. Os pratos inscritos serão comercializados a preços diferenciados.

Em Juiz de Fora, os 29 restaurantes participantes esperam vender 1.500 pratos, que variam de R$ 15 a R$ 40. "A intenção é divulgar a gastronomia da região no país", observa o presidente da Abrasel em Juiz de Fora, Fernando Neiva. Em sua primeira edição, realizada no ano passado, o Brasil Sabor-JF chegou a marca de 1.200 pratos e atraiu visitantes de cidades vizinhas para os restaurantes locais.

As delícias servidas em Juiz de Fora vão da típica comida mineira à culinária internacional. No cardápio, há espaço para risoto de camarão com raspas de laranja, polenta dos mineiros, frango surpresa, comida japonesa light, isca de filé à camponesa, entre outros pratos.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.