Sexta-feira, 28 de setembro de 2007, atualizada às 18h39

Aeroporto da Serrinha começa a receber obras depois de vistoria da Anac


Thiago Werneck
Repórter

A empresa que administra o Aeroporto da Serrinha começou a cumprir algumas exigências da Anac, depois de vistoria no Aeroporto da Serrinha. Tarefas como a pintura de uma faixa na pista, a implantação de placas de sinalização e a recuperação de cercas já estão sendo providenciadas pela empresa que gerencia o aeroporto.

De acordo com o gerente responsável, Osvaldo Carlos dos Santos, essas são algumas dos pontos que devem ser modificados no aeroporto. "Na verdade, são pequenas modificações, nada que compromete a estrutura do aeroporto", revela.

O relatório oficial da Anac será apresentado daqui a 20 dias e pode conter o pedido de outras mudanças. Mas a reclassificação do Aeroporto para uma classe que não permite vôos comerciais é descartada por Osvaldo. "Vamos continuar esse vôos comerciais sim. Inclusive a partir de segunda-feira passa a funcionar a linha Rio de Janeiro, Juiz de Fora, Belo Horizonte", destaca.

Sobre a transferência dos vôos comerciais para o Aeroporto Regional da Zona Mata, Osvaldo não quis comentar. Essas viagens permanecem sendo realizadas no Aeroporto da Serrinha até que o novo aeroporto, que fica em Goianá seja homologado e tenha uma estrada de acesso de qualidade para Juiz de Fora. Quando isso acontecer a permanência de vôos comerciais no Serrinha serão reavaliados.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.