Sexta-feira, 8 de julho de 2011, atualizada às 15h48

Movimento na rodoviária de Juiz de Fora deve aumentar 15% no dias de pico durante férias de julho

Victor Machado
*Colaboração
Pessoas na rodoviária

As férias de julho são uma oportunidade para, principalmente, os estudantes viajarem. No entanto, quem vai utilizar o Terminal Rodoviário José Miguel Mansur, em Juiz de Fora, durante o período, precisa tomar algumas medidas para evitar que a viagem se torne um transtorno.

Segundo o gerente da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), empresa que gerencia a rodoviária, Artur Rodrigues Bittencourt, durante as férias, o aumento é concentrado nos períodos após o fim das aulas e na volta das férias. "O pico de aumento nas férias de julho é no encerramento das aulas e na volta para casa e chega a 15% em relação ao movimento diário. Já no resto do período, não temos um crescimento significativo, o fluxo é tranquilo e chega a um aumento de 5%", comenta o gerente.

Bittencout explica que o perfil do público no terminal rodoviário para o período é diversificado, mas, os estudantes são a maioria. "Juiz de Fora é uma cidade com muitos estudantes e, por ser férias escolares, a grande maioria de passageiros são estudantes, voltando para casa, visitando parentes ou cidades."

Orientações

Entre os destinos mais procurados pelos juiz-foranos, o gerente aponta o sul de Minas e cidades históricas do Estado. "Por estarmos no inverno, as pessoas buscam essas cidades. É uma oportunidade de conhecer esses locais. Mas, mesmo assim, temos muitas viagens para o litoral do Espírito Santo." Bittencourt destaca que, até o momento, não foram colocados ônibus extras para o período no terminal. 

O gerente da empresa que administra o terminal aconselha que os passageiros priorizem a utilização da rodoviária no momento do embarque. "Embarcar fora do terminal pode gerar transtornos. A pessoa pode perder o ônibus, não conseguir colocar as malas adequadamente no veículo e outros problemas. Portanto, pedimos a todos os passageiros que utilizem o serviço do terminal para ter mais conforto no embarque."

Ele ainda orienta que os usuários cheguem cerca de 30 minutos antes do embarque para que possam verificar se está tudo correto com as passagens, bagagens e evitar tumultos. "É importante chegar com antecedência para conferir documentação e evitar que todos cheguem ao mesmo tempo para o embarque."

Outra orientação do gerente é quanto à documentação. Segundo ele, os adultos devem levar documento de identificação porque, em casos de viagens para outros estados, as empresas são obrigadas a conferir os dados pessoais. Já nas viagens de crianças sozinhas ou acompanhadas de terceiros, os pais devem preparar uma autorização da Vara da Infância, além da documentação da pessoa responsável pela criança na viagem.

Com relação às bagagens, Bittencourt aconselha que os passageiros levem apenas o necessário. "Levar além do necessário pode causar transtorno e dificultar o embarque da pessoa. Além disso, pode acontecer de esquecer alguma coisa ou alguém pegar a mala errada, principalmente, em cidades grandes." O gerente destaca que é importante que os passageiros se programem para qualquer viagem quando foi utilizar o terminal rodoviário.

*Victor Machado é estudante do 7º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.