Segunda-feira, 11 de junho de 2012, atualizada às 12h40

Rodovias federais registram uma morte e nove feridos durante feriado prolongado

Nathália Carvalho
*Colaboração
Rodovias Federais e Estaduais

Uma pessoa morreu e outras nove ficaram feridas em acidentes registrados durante o feriado prolongado de Corpus Christi nas rodovias federais. O balanço foi feito pela Polícia Rodoviária Federal de Juiz de Fora e refere-se à Operação Corpus Christi, que compreende o período de 6 a 10 de junho.

O trecho analisado da BR-040 inicia-se no Viaduto das Almas até a divisa de Minas com o Rio de Janeiro e, na BR-267, vai do trevo de Bicas até o trevo de Bom Jardim de Minas. A Polícia registrou 28 acidentes no total, um aumento se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 23 e nenhum óbito. Quatro carteiras de habilitação foram recolhidas e uma pessoa foi presa por dirigir embriagada.

Houve, porém, uma queda no número de acidentes com vítimas no trecho da BR-040 que compreende Juiz de Fora e a cidade do Rio de Janeiro durante o feriado. De acordo com a Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora-Rio (Concer), que cuida do trecho, foram registradas 20 ocorrências contra 28 no mesmo período do ano passado.

O número de vítimas também diminuiu em 43%, somando 27 pessoas feridas contra 47 em 2011. Um óbito foi registrado no período. Já o número de acidentes sem vítimas foi de 71 ocorrências. Ao todo, 804 atendimentos foram realizados por equipes de serviços mecânicos e médicos da Concer nas rodovias e 281,3 mil veículos passaram pelo trecho durante o feriado.

Já nas rodovias estaduais que cruzam Juiz de Fora, foram contabilizadas 16 pessoas feridas. Os dados referem-se à Operação Corpus Christi, realizada entre 6 e 11, e foram divulgados pela 4ª Cia Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário da Polícia Militar (PM) nesta segunda, 11.

No total, foram registrados 28 acidentes e nenhuma morte. No mesmo período, em 2011, duas pessoas morreram e 15 ficaram feridas nos 27 acidentes registrados. A Polícia fiscalizou 2.563 veículos sendo que, desse total, 18 foram apreendidos, 166 foram retidos e 38 foram removidos. Duas pessoas foram presas por dirigir embriagadas e outras 16 foram autuadas por não possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

*Nathália Carvalho é estudante do 8º período de Comunicação Social da UFJF

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.