• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Oportunidade inesquecível


    Jovens juizforanos mostram a cara do Brasil nos Estados Unidos

    Ricardo Corrêa
    Repórter
    22/11/05

    Daniel e Luís Paulo querem aproveitar a viagem para divulgar a verdadeira imagem do Brasil nos Estados Unidos. Clique ao lado!

    Veja! Veja!

    Passar quinze dias nos Estados Unidos participando do Programa Jovens Embaixadores não é para qualquer um! Dos dois mil inscritos para o projeto em todo o Brasil, apenas 25 são selecionados por ano. Para dois juizforanos, no entanto, o caminho está mais curto. Passa apenas pela distância física entre os dois países, já que eles foram aprovados no programa que permite que eles freqüentem escolas americanas, aprendam sobre o país receptor e façam até palestras para divulgar o Brasil e sua cidade-natal.

    Daniel Augusto de Oliveira, 18 anos, e Luís Paulo Teixeira, 17 (foto ao lado), estudantes do Colégio Técnico Universitário (CTU), honraram a tradição juizforana de mandar dois representantes por ano para o projeto e agora já sonham com vôos mais altos.

    Para isso, os dois jovens precisaram enfrentar uma bateria de testes, avaliações e entrevistas, concorrendo com candidatos de todo o Brasil. De acordo com a coordenadora do programa em Juiz de Fora, Vanessa Barbosa Leite Ferreira, os dois garotos foram alguns dos 120 candidatos juizforanos que entraram no concurso. Ela explica que no dia 11 de janeiro eles deixam a cidade para começar a viver dias diferentes. "Dia 11 eles saem de Juiz de Fora e vão para São Paulo. Lá eles ficam dois dias e vão encontrar com os outros garotos do Brasil. Depois embarcam para Washington, onde ficam uma semana", explica.

    De lá os jovens vão para West Virgínia, para conviver uma semana com uma família americana, freqüentar uma universidade e dar palestras sobre o Brasil. Isso parece ser o que mais motiva Luís Paulo Teixeira (foto ao lado), que quer mostrar lá no hemisfério norte que o seu país não é só amazônia e futebol. "Meu objetivo principal é passar uma imagem do Brasil para quebrar esse histórico, esse estereótipo de que aqui só tem floresta, que não tem mais nada. Não é isso. E também saber como é lá. Eu tenho uma idéia mas não sei se é exatamente o que acho", comenta.


    Daniel Augusto de Oliveira (foto ao lado) também está animado a mudar a imagem do Brasil, e ressalta que sempre quis ser jovem embaixador. "Eu tinha esse sonho, mas nunca pensei que pudesse mesmo ir para o Estados Unidos. Acho que fomos selecionados por uma análise da competência, o perfil. Eles buscam uma pessoa responsável, com responsabilidade social e que se preocupe com a socidade", acredita.

    Daniel vê a oportunidade como a abertura de uma nova possibilidade profissional. "Eu até pensava em fazer comunicação, ser jornalista, mas agora com essa aquisição eu tenho que repensar tudo porque amplia em muito minhas possibilidades", diz.

    Luís Paulo e Daniel vão seguir os passos de Gustavo Félix, 19 anos, e Adílson Santos Júnior, 19. Os dois também passaram pelo Programa Jovens Embaixadores e voltaram contando muitas novidades dos Estados Unidos. Gustavo, por exemplo, ficou surpreso com o que encontrou lá. "O que mais me surpreendeu foi o povo. Esperava mais um povo mais preconceituoso e frio, mas apesar disso vi um povo muito receptivo e hospitaleiro".

    O garoto já pensa até mesmo em voltar um dia, para incrementar os estudos, já que quer atuar na área de relações internacionais. Desejo que vai realizar outro juizforano, Adilson Santos, que agora foi aprovado em uma bolsa na Universidade da Califórnia, e ficará 30 dias no país, daqui a pouco mais de um mês. Da primeira viagem, no Programa Jovens Embaixadores, realizada em 2003, ele guarda recordações curiosas.

    "O mais legal para mim foi encontrar o Collin Powell (lembrando da recepção do então mais importante secretário do governo americano). Outra coisa que também me impressionou foi a neve", explicou o jovem que ficou uma semana em Nebraska, "e também feijão doce e algumas comidas, mas o resto foi legal".

    Como participar?

    O Programa Jovens Embaixadores é promovido anualmente pela embaixada americana no Brasil, está em sua quarta edição e escolhe sempre alunos de escolas públicas para participar da viagem de 15 dias aos Estados Unidos. No país eles também visitam monumentos, participam de ações voluntárias e melhoram o aprendizado na língua inglesa.

    Para participar do programa os jovens precisam ter boa fluência oral e escrita em inglês, pertencer à rede pública de ensino, ter bom desempenho escolar, iniciativa e boa desenvoltura oral. O programa também exige flexibilidade para se adaptar a culturas diferentes, boa relação em casa, na escola e na comunidade e forte engajamento em atividades de responsabilidade social como voluntário. A coordenação do programa em JF é da Associação Cultural Brasil Estados Unidos (ACBEU).

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.