Doze mil n?o s?o localizados para relat?rio do Bolsa-Fam?lia Sem o comunicado dos bolsistas, transfer?ncias escolares dificultam o trabalho da Secretaria de Educa??o em levantamento para o MEC

03/04/2007

A freq??ncia escolar dos beneficiados pelo Bolsa-Fam?lia, em Juiz de Fora, est? sendo avaliada pelo Minist?rio da Educa??o. O relat?rio completo referente aos meses de outubro e novembro do ano passado deve ser encaminhado at? 07 de abril, assim como nos outros 5 mil munic?pios que contam com o aux?lio em todo o pa?s.

De acordo com a Secretaria de Educa??o, das 26 mil crian?as e adolescentes que recebem o Bolsa-Fam?lia na cidade, cerca de 12 mil n?o foram localizadas para a atualiza??o de dados. "Os estudantes mudam de escola e n?o informam para onde v?o", observa a supervisora do Bolsa Fam?lia na Secretaria de Educa??o, Rita de C?ssia Sim?es Cardoso. Com a aus?ncia de quase metade dos estudantes no relat?rio, o levantamento da regi?o pode ficar comprometido.

Para sanar o problema, a supervisora explica que ser? realizado um cadastramento nominal da rede de ensino, de forma a agregar informa?es atualizadas do primeiro semestre de 2007. Os pais ou respons?veis pelos estudantes tamb?m podem colaborar com a Secretaria de Educa??o e, em cada transfer?ncia de escola, entregar uma declara??o no Centro Regional Centro (Avenida Independ?ncia, 992) ou na Secretaria de Educa??o (Avenida Get?lio Vargas, 200 - 2? Piso - Espa?o Mascarenhas).

Acabar com a evas?o escolar ? um dos objetivos do programa. Caso o aluno registre mais 85% de aus?ncia nas aulas, corre o risco de perder a ajuda de R$ 50 (valor fixo por fam?lia), mais R$ 15 (por crian?a, at? 3), chegando ao teto m?ximo de R$ 95, em Juiz de Fora.

O Bolsa-Fam?lia ? um programa do Governo Federal que atende 15,2 milh?es de estudantes em todo o pa?s. Para integar o programa, as fam?lias com renda mensal por pessoa de at? R$120,00 devem procurar a Prefeitura de seu munic?pio e fazer o cadastro para receber a bolsa.