• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    Despensa: muito mais que o quartinho ao lado da cozinhaProfessoras explicam que é preciso ter atenção com este espaço, feito para ajudar na organização da casa e que abriga os alimentos consumidos pela família

    Thiago Stephan
    Repórter
    8/3/2012
    Despensa

    Quando as famílias constroem suas casas, um dos últimos ambientes que destinam atenção é a despensa. Mas é preciso ter alguns cuidados na hora montar este espaço. Afinal, é ali que ficarão guardados uma série de alimentos. É importante pensar o espaço com funcionalidade, que deverá ser priorizada em relação à sua estética. E, na hora de montar o projeto, a escolha de materiais sustentáveis pode deixá-lo com status de ecologicamente correto. Neste sentido, ganham vez caixotes de feira, chapas de pallets e pedaços de madeira que teriam como destino a lata do lixo.

    De acordo com a professora do curso técnico de Tecnologia em Design de Interiores do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF), Juliana Mara, a principal função da despensa é ajudar na organização da casa. A área deve ser bem ventilada e ter boa iluminação. Outro ponto importante: é preciso ter atenção com as prateleiras. "Elas não podem ser muito profundas, uma vez que o acesso a itens que se encontram no fundo se tornaria dificultado. O ideal é a utilização de prateleiras com cerca de 35 cm de profundidade. Os acessórios de fixação devem ter 60 cm de distância entre eles. Desta forma, a distribuição de peso por toda a prateleira torna-se mais uniforme", explica Juliana.

    A professora do curso técnico em Gastronomia do CES/JF e especialista em Segurança de Alimentos, Haline Maia, reforça a necessidade de que as prateleiras sejam firmes. Afinal, vão suportar bastante peso. Ela explica que também é preciso tomar outros cuidados. "Deve ser de fácil limpeza ou coberta por tecidos que sejam impermeáveis, o que evita a proliferação de microorganismos. Uma tábua, por exemplo, será revestida para evitar umidade, que pode resultar em fungos", destaca Haline.

    Segundo Juliana, para quem não tem espaço de despensa em casa, armários de cozinha e área de serviço costumam ser ótimas soluções. "Atualmente, a gama de acessórios destinados a estes ambientes é vasta, o que nos permite um maior aproveitamento de espaços internos." Juliana faz questão de destacar que os materiais sustentáveis são alternativas cada vez mais viáveis. "A tendência na arquitetura e design de interiores está na utilização de materiais sustentáveis como matéria-prima para ambientes diversos. Dessa forma, o reaproveitamento de materiais que seriam descartados na natureza ganham destaque em projetos de interiores. No caso da despensa, soluções como caixotes de feira, de madeira ou plástico, chapas de pallets, entre outros, atenderiam a funcionalidade exigida neste local de forma ecologicamente correta", orienta a professora.

    Em relação aos potes, é melhor utilizar os transparentes, o que facilita a observação do alimento. Caso contrário, a dica é etiquetá-los e deixá-los hermeticamente fechados.

    Como organizar o ambiente?

    A despensa deve ter a cara da família que vive na casa. Esta é a primeira dica da professora Haline Maia para quem quer organizar este ambiente. Tendo esta ideia como ponto de partida, ela orienta que os alimentos fiquem separados por categorias. "Cereal com cereal, óleo com óleo, bebida com bebida. Alimentos que vão vencer primeiro devem ficar à frente dos outros. A organização também leva em consideração os alimentos em que se mexe mais. Se a família tem criança em casa e é preciso mexer com leite diariamente, é preciso que o produto fique sempre à mão", explica.

    Outra dica importante: produtos de limpeza precisam ser armazenados em local diferente. "Primeiro, porque gera odores. Segundo, porque existe o risco de contaminação dos alimentos. Terceiro, para evitar acidentes com o uso incorreto. O cloro, por exemplo, é vendido em garrafas de refrigerante", alerta Haline.

    Na hora de limpar a despensa, a orientação é para que sejam seguidos os mesmos cuidados observados na hora de limpar a geladeira. Produtos com cheiro forte devem ser evitados, uma vez que podem deixar resíduos. "O ideal é uma solução de água com água sanitária, na proporção de uma colher de água sanitária, sem alvejante, para um litro de água. Vai deixar a despensa bem fresquinha e não vai permitir o crescimento de microorganismos", orienta a professora Haline Maia.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.