• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    Cuidados no cultivo de plantas são fundamentais Entre os principais aspectos que influenciam diretamente na saúde das plantas estão a rega, a luminosidade, a poda e a adubação

    Aline Furtado
    Repórter
    30/4/2010

    Cultivar plantas em casa pode ser visto como forma de distração e até mesmo como uma espécie de terapia. Contudo, é fundamental que quem cultiva esteja focado na saúde da planta, sendo necessários alguns cuidados. Entre os problemas mais comuns estão a queima de flores e folhas, além do aparecimento de pragas, como pulgões, cochinilhas e lagartas.

    Segundo a paisagista Julianne Guettlein Sampaio, cuidados que podem parecer pequenos fazem toda a diferença para que a planta esteja bonita e saudável. "Nesta época do ano, por exemplo, quando tem início o frio, quem tem planta em casa deve se lembrar de que todos os processos vitais ficam mais lentos, o que faz com que precisem de mais atenção."

    De acordo com Julianne, em dias mais secos e com mais ventos, como durante o outono e o inverno, é normal que a planta necessite de mais água. Há também a tendência de que a terra retenha mais líquido. "Por isso, são necessárias mais regas." Mas é importante as pessoas ficarem atentas às características de cada planta. No caso da violeta (foto acima) e da begônia (foto abaixo à esquerda), como se trata de plantas sensíveis, quando recebem muita água, é normal que melem, não só as flores, mas também as folhas.

    Para plantas cultivadas em ambiente interno, a indicação é que recebam menos água. "Em áreas internas, a água que fica na terra da planta demora mais a evaporar. Portanto, a rega deve acontecer uma vez por semana." A paisagista ensina que o ideal é que a terra seja tocada. "Só assim é possível saber se ela está úmida ou se a planta precisa ser regada."

    Ela explica ainda que não é necessário encharcar o vaso porque isto acaba lavando a terra, resultando na perda de nutrientes. Outro cuidado diz respeito ao momento em que a rega é realizada. "Não é indicado regar plantas ao meio-dia porque este é o momento do auge da fotossíntese." O ideal é que a água seja colocada no início da manhã ou no final da tarde.

    É preciso também ter cuidado com a temperatura da água. Esta deve estar próxima à temperatura ambiente para que não haja choque térmico, prejudicando a saúde das plantas. Outra dica da paisagista é sempre afofar a terra, fazendo com que esta fique arejada.

    Begônia Lírio
    Vasos

    Segundo Julianne, vasos de cerâmica absorvem mais água porque são recipientes porosos, assim, são necessárias mais regas. Os vasos de cimento não apresentam este tipo de problema. Já os plásticos não são indicados quando a exposição ao tempo é constante, visto que desbotam e ressecam. "A fibra de coco é uma boa opção natural", diz a paisagista, destacando a importância de colocar areia nos pratos dos vasos de plantas no lugar da água.

    Combate às pragas

    Para afastar pragas, como pulgões e cochonilhas, Julianne indica o uso de inseticida natural. Para prepará-lo, basta usar 200 gramas de fumo de rolo, que deve ser fervido em um litro de água. Depois, deixe a mistura abafada até que esfrie. Em seguida, coe e borrife nas plantas. O inseticida natural deve ser usado a cada 15 dias.

    Poda

    Muitas plantas passam, durante o outono e o inverno, pelo período de dormência. Com isso, se a poda for realizada nesta época, a brotação é forçada. A recomendação é que a poda ocorra no final do inverno ou no início da primavera. O proprietário de uma floricultura, Renê Mendonça, lembra que o ideal é efetuar a poda logo após a floração se encerrar.

    Kalanchoe Antúrio
    Luminosidade

    O cultivo de plantas requer cuidados especiais quanto à luminosidade. "Há casos em que as pessoas retiram plantas do ambiente interno e as esquecem longe da sombra. Um dia de só já é suficiente para que fique toda queimada." Entre as plantas que devem ser cultivadas em ambiente com sombra estão antúrios (foto acima à direita), lírios da paz e algumas espécies de palmeiras.

    Adubação

    "O adubo químico representa um risco à planta quando não aplicado por um profissional. A aplicação em local inadequado e em quantidade incorreta pode até matar a planta." Como alternativa, Julianne sugere a utilização de húmus de minhoca, que não requer dosagem exata. O produto deve ser usado a cada três meses.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.