• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quarta-feira, 14 de setembro de 2011, atualizada às 19h20

    Semana Nacional de Trânsito vai conscientizar e alertar população juiz-forana sobre os perigos nas vias

    Jorge Júnior
    Repórter
    transito

    Com o objetivo de conscientizar e alertar a população juiz-forana sobre os perigos do trânsito, vai ser realizada na cidade a Semana Nacional de Trânsito, entre os dias 18 e 25 de setembro. O evento conta com uma série de atividades e discussões (confira a programação). O tema da semana, neste ano, é a Década Mundial de Ações Para a Segurança do Trânsito - 2011/2020: Juntos Podemos Salvar Milhões de Vidas, definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

    Durante a semana, diversos assuntos englobados nesta temática, ações como blitzs educativas, panfletagens, motoceatas, debates e mobilização pública vão ser realizadas. O lançamento do projeto Monitores de Travessia, promovido pela Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) e o evento Na Cidade Sem Meu Carro, também estão programados para a data.

    De acordo com o vice-presidente da Comissão Municipal de Segurança e Educação para o Trânsito (Comset), Mário Jacometti, o principal problema no trânsito é a falta de preparação de quem está conduzindo o veículo. "O ideal é que cada um faça a sua parte, usando o veículo racionalmente." Outro fator enfatizado por Jacometti são as ações do município. "As autoridades do Brasil precisam  rever as questões do transporte coletivo, além dos táxis e transporte escolares."

    No entanto, para o vice-presidente, não adianta o município instalar radares ou realizar obras nas vias de trânsito, se o motorista não for consciente. "Se a pessoa mora no Centro, ela não precisa andar de carro. O motorista tem que entender que, se ele está no volante, não pode usar bebida alcoólica nem avançar o sinal", destaca Jacometti. Entre as mudanças necessárias para combater os números de acidentes, ele ressalta a engenharia do tráfico de veículos, o reforço da fiscalização no trânsito e a educação dos pedestres e condutores de veículos. "Cada um tem que fazer a sua parte."

    Em Juiz de Fora, Jacometti afirma que, na parte da manhã, a maioria dos acidentes é sem vítimas e com proporções menores, durante os dias de semana. Já nos fins de semana e no período da noite, os acidentes são com vítimas graves, devido o excesso de velocidade e o uso de bebida alcoólica. "Dirigir a noite na cidade é 50% mais perigoso do que de manhã", alerta.

    O slogan da Semana Nacional de Trânsito tem como base a resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), de 2010, que proclamou o período de 2011 a 2020 como a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito. Para destrinchar este abrangente tema, alguns pilares foram definidos para serem trabalhados com o público. São eles: gestão nacional da segurança no trânsito; infraestrutura viária adequada; segurança dos veículos; comportamento e segurança dos usuários; atendimento ao trauma, assistência pré-hospitalar, hospitalar e à reabilitação. Todos estes assuntos serão abordados em mesas de debates abertas ao público interessado. Os encontros acontecerão na Escola de Governo, na rua Maria Perpétua 72, 3º andar.

    Monitores de Travessia

    Durante a Semana em que as atenções estarão voltadas para as questões de segurança no trânsito, a Settra lança o Projeto Monitores de Travessia, que tem como objetivo geral facilitar a travessia segura de escolares na entrada e saída dos turnos nas instituições de ensino públicas e particulares de Juiz de Fora. Neste ano, sete escolas vão fazer parte do Projeto, que, em 2012, abrirá espaço para novas participações.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.