Segunda-feira, 7 de outubro de 2013, atualizada às 17h23

Agredido em saída de bar, zagueiro do Mixto é internado com traumatismo craniano

Lucas Soares
Repórter
Kall

O zagueiro do Mixto-MT, Fabrício Pedreira de Jesus Costa, conhecido como Kall, foi agredido na madrugada desta segunda-feira, 7 de outubro, na saída de um bar, na Praça Antônio Carlos. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, o jogador está internado no setor de urgências do Hospital de Pronto Socorro (HPS) com traumatismo craniano, está lúcido e seu estado de saúde é considerado regular e inalterado.

Segundo à Polícia Militar (PM), três jogadores da equipe do Mato Grosso saíam do estabelecimento, quando o zagueiro foi surpreendido com um soco no rosto, aparentemente sem motivo, caiu e bateu a nuca no chão. Segundo informações da assessoria da PM, o agressor já foi identificado pelo segurança do bar.

O médico do Tupi, José Roberto Maranhas, acompanha o caso e afirmou que o zagueiro deve permanecer em observação pelas próximas 48 horas.

Dia para esquecer

Antes de ser agredido, Kall participou da derrota de sua equipe por 3 a 2 para o Tupi no Estádio Municipal e a consequente eliminação do Mixto na Série D deste ano. O zagueiro foi o autor do terceiro gol do Carijó, quando desviou para a própria baliza a cabeçada de Fabrício Soares. No fim da partida, o jogador foi expulso por reclamação pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza.

-
Segunda-feira, 7 de outubro de 2013, atualizada às 17h23

Agredido em saída de bar, zagueiro do Mixto é internado com traumatismo craniano

Lucas Soares
Repórter
Kall

O zagueiro do Mixto-MT, Fabrício Pedreira de Jesus Costa, conhecido como Kall, foi agredido na madrugada desta segunda-feira, 7 de outubro, na saída de um bar, na Praça Antônio Carlos. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, o jogador está internado no setor de urgências do Hospital de Pronto Socorro (HPS) com traumatismo craniano, está lúcido e seu estado de saúde é considerado regular e inalterado.

Segundo à Polícia Militar (PM), três jogadores da equipe do Mato Grosso saíam do estabelecimento, quando o zagueiro foi surpreendido com um soco no rosto, aparentemente sem motivo, caiu e bateu a nuca no chão. Segundo informações da assessoria da PM, o agressor já foi identificado pelo segurança do bar.

O médico do Tupi, José Roberto Maranhas, acompanha o caso e afirmou que o zagueiro deve permanecer em observação pelas próximas 48 horas.

Dia para esquecer

Antes de ser agredido, Kall participou da derrota de sua equipe por 3 a 2 para o Tupi no Estádio Municipal e a consequente eliminação do Mixto na Série D deste ano. O zagueiro foi o autor do terceiro gol do Carijó, quando desviou para a própria baliza a cabeçada de Fabrício Soares. No fim da partida, o jogador foi expulso por reclamação pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza.

Segunda-feira, 7 de outubro de 2013, atualizada às 17h23

Agredido em saída de bar, zagueiro do Mixto é internado com traumatismo craniano

Lucas Soares
Repórter
Kall

O zagueiro do Mixto-MT, Fabrício Pedreira de Jesus Costa, conhecido como Kall, foi agredido na madrugada desta segunda-feira, 7 de outubro, na saída de um bar, na Praça Antônio Carlos. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, o jogador está internado no setor de urgências do Hospital de Pronto Socorro (HPS) com traumatismo craniano, está lúcido e seu estado de saúde é considerado regular e inalterado.

Segundo à Polícia Militar (PM), três jogadores da equipe do Mato Grosso saíam do estabelecimento, quando o zagueiro foi surpreendido com um soco no rosto, aparentemente sem motivo, caiu e bateu a nuca no chão. Segundo informações da assessoria da PM, o agressor já foi identificado pelo segurança do bar.

O médico do Tupi, José Roberto Maranhas, acompanha o caso e afirmou que o zagueiro deve permanecer em observação pelas próximas 48 horas.

Dia para esquecer

Antes de ser agredido, Kall participou da derrota de sua equipe por 3 a 2 para o Tupi no Estádio Municipal e a consequente eliminação do Mixto na Série D deste ano. O zagueiro foi o autor do terceiro gol do Carijó, quando desviou para a própria baliza a cabeçada de Fabrício Soares. No fim da partida, o jogador foi expulso por reclamação pelo árbitro Marcelo Aparecido de Souza.