• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Terça-feira, 3 de maio de 2016, atualizada às 17h20

    Polícia Civil prende homem envolvido em sequestros relâmpagos em Juiz de Fora

    Angeliza Lopes
    Repórter
    foto

    A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira, 3 de maio, um homem, de 28 anos, suspeito de envolvimento nos crimes de sequestro relâmpago registrados nas regiões Sul e Central de Juiz de Fora. As três ocorrências aconteceram nos meses de março e abril, nos bairros Bom Pastor e Dom Bosco, sendo que todos tiveram como vítimas mulheres, e uma delas, era de Barbacena. Conforme o delegado regional da cidade, Eurico Cunha Neto, os investigadores da Delegacia Especializada de Roubos fizeram a prisão em flagrante do rapaz por receptação, após encontrarem vários objetos das vítimas.

    O delegado regional explica que o suspeito confessou participação em dois crimes de roubo, mas que não teria envolvimento no roubo dos materiais apreendidos pela polícia. Foram apreendidos óculos escuros de marca, maquiagem, joias e uma mochila. Um dos casos que ele assumiu autoria aconteceu no dia 26 de abril, no bairro Dom Bosco. A mulher, de 40 anos, foi abordada pelo casal enquanto retirava materiais do porta-malas do carro. "Estávamos investigando as ações criminosas desde que foram registradas. Os suspeitos chegaram a ser identificados, mas não tinham sido localizados, sendo que um deles foi preso na manhã. Temos outros possíveis envolvidos já identificados, por isso as investigações continuam", explica.

    Segundo o investigador da Delegacia de Roubos, Rogério Marinho, uma adolescente, de 17 anos, também foi ouvida e teve o caso encaminhado para a Vara da Infância e Juventude, onde será decidido o pedido de acautelamento. "Ela confessou ter participação nos três crimes e todas as vítimas a reconheceram. A jovem sempre ficava no banco de trás do carro apontando a arma para a vítima, enquanto o comparsa dirigia o carro. A garota ainda colocava a arma na bolsa, descia com a sequestrada do carro e iam juntas até o caixa eletrônico para efetuar o saque", relata.

    O homem será encaminhado para o Ceresp por receptação.

    Orientações

    O delegado regional orienta a população a ficar mais atenta. "As pessoas precisam aprender a se manterem em atitudes mais defensivas. Juiz de Fora não é igual a cidade que tínhamos há 20 anos. Orientamos que todos fiquem atentos a pessoas suspeitas e evitem conversar com o carro parado na rua, pois fica um alvo fácil para este tipo de crime", destaca.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.