Taxista é esfaqueado durante assalto e categoria faz protesto por mais segurança

O crime foi registrado por volta das 20h30 da última segunda, 16, próximo a Nova Era

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
17/05/2016, atualizada às 18h18

foto

Taxistas fizeram manifestação com buzinaço no Centro de Juiz de Fora após um taxista, de 52 anos, ser assaltado e esfaqueado no ouvido, na noite da última segunda-feira, 16 de maio. O crime aconteceu por volta das 20h26, na avenida Juscelino Kubitscheck, altura do bairro Nova Era.

Segundo informações do boletim de ocorrência da Polícia Militar, três homens embarcaram no táxi e anunciaram o assalto. Eles roubaram um celular e dinheiro, mas antes de fugirem deferiram uma facada no ouvido esquerdo da vítima. O homem pediu socorro a algumas pessoas que estavam próximas de uma faculdade da Zona Norte, sendo conduzida até a UPA Norte e encaminhado para o Hospital Santa Casa de Misericórdia, onde passou por cirurgia e permanece internado. Seu estado de saúde é estável.

Logo depois do crime, a categoria tomou conhecimento dos fatos e se reuniu na praça Ágassis, no bairro Mariano Procópio, saindo em carreata até a casa do prefeito Bruno Siqueira, no bairro Bom Pastor, pedindo maior segurança para a categoria.

Reunião

Para tratar sobre a questão da segurança dos taxistas em Juiz de Fora, representantes da categoria tiveram uma reunião na tarde desta terça-feira, 17 de maio, com a Polícia Militar, na 4ª Risp da PM, no bairro Nova Era. Conforme o primeiro secretário da Associação dos Taxistas Auxiliares de Juiz de Fora, Geraldo José da Silva, a categoria pediu maior patrulhamento no período da noite, com intensificação das abordagens. "Eles se dispuseram a intensificar esta abordagens, mas também nos pediram que repassássemos dados mais frequentes sobre os casos de assalto, para auxiliar o trabalho da polícia", destaca. Ele ainda afirma que a associação não concorda com a forma como foi feita a manifestação, na noite de segunda, 16, mas considera que o manifesto é válido para alertar sobre os problemas frequentes que envolvem os trabalhadores do turno da noite.

Além da Associação dos Permissionários, também esteve presente o presidente do Sindicato dos Taxistas, Aparecido Fagundes e um representantes dos taxistas que fazem o turno da noite. Outra reunião está agendada com os representantes, PM e a Associação dos Permissionários para o próximo sábado, 21.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.