Câmara Municipal - Reprodução

Revelamos aqui, recentemente, a discussão interna na Câmara Municipal de Juiz de Fora para aumentar o número de cadeiras, a partir da próxima eleição em 2024.

Pelo tamanho da cidade e a legislação, que estabelece uma tabela máxima de parlamentares para os municípios, Juiz de Fora poderia ter hoje 25 vereadores. No entanto, são 19.

Na legislação atual, a discussão ainda acontece sobre o número que pode atingir: 23 ou 25, o teto. Essa decisão pode ser tomada ainda este ano.

Vamos imaginar que esse aumento já tivesse valendo para a última eleição. Sabe como ficaria a distribuição de cadeiras?

Importante destacar que o resultado, imaginário claro, leva em consideração o Quociente Eleitoral: um método pelo qual se distribuem as cadeiras nas eleições pelo sistema proporcional de votos em conjunto com o quociente partidário e a distribuição das sobras.

Sendo assim, os eleitos diretamente pela votação absoluta seriam:

PT: Cida e Juracy
PSC: João Wagner Antoniol e Kátia Protetora
PSB: Cido Reis
DEM: Mauricio Delgado
CIDADANIA: Tiago Bonecão
Patriota: Julinho da Ana
Podemos: Bejani Jr.
Republicanos: André Luiz
PSL: Pardal
PP: Marlon Siqueira

Eleitos pela sobra, incluindo aí o número de 23 cadeiras:

PV: Zé Márcio Garotinho
PSB: Vagner de Oliveira
PTB: Sargento Mello Casal
PT: Laiz Perrut
PSOL: Talia Sobral
DEM: Dr. Antonio Aguiar
PSD: Nilton Militão
(até aqui são os 19 que compõe a atual legislação)
Entrariam, então, pelo QE daquela eleição, acrescido de um fictício aumento de vagas:
REDE: Negro Bússula
PRTB: Adriano Miranda
NOVO: Fernando
PSC: Vitinho

Leia mais em Ricardo Ribeiro

Arte Acessa - Coluna

Tags:
C | Eleições | Eleições 2020 | Jornal de Jundiaí | King of the Court 2020 | São Paulo

COMENTÁRIOS: