Quarta-feira, 2 de junho de 2010, atualizada às 13h

Inscrições abertas para o 21º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga

Pablo Cordeiro
*Colaboração

As inscrições para os cursos do 21º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga estão abertas. O evento ocorre no período de 17 a 31 de junho. As inscrições podem ser feitas até a véspera do início do festival, respeitando a disponibilidade de vagas de cada curso. A taxa é de R$ 120. As apresentações serão gratuitas e, quando em locais fechados, os convites serão distribuídos na portaria do Pró-Música. 

O festival oferece uma programação cultural diversificada e os 34 cursos irão abranger 700 alunos de Juiz de Fora e região, nas áreas de cordas, sopros, orquestras, vozes e didática da musicalização. Quarenta e cinco professores brasileiros e estrangeiros serão os mestres nas aulas. Segundo o vice-diretor do Centro Cultural Pró-Música, Júlio César de Souza, os destaques 2010 vão para dois professores franceses e para os profissionais do curso de música da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) envolvidos.

"Essas participações sinalizam que a cidade está melhorando no oferecimento de cultura à população. Nossa grande intenção é a continuidade desse evento e as renomadas parcerias", exclama. Os professores da França são Benjamim Alard e Vincent Dumestre, que irão ministrar os workshops de Cravo e Música Vocal Francesa Barroca, respectivamente. Souza também ressalta a participação da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais na abertura do festival, às 20h30, no Cine-Theatro Central.

Lançamento de trabalhos

Durante o evento ocorre o lançamento dos "Anais" do VIII Encontro de Musicologia Histórica, com o tema música e história no Brasil, referente às palestras e comunicações da 19ª edição, realizada em 2008. A tiragem da obra é de mil exemplares que serão distribuídos nas bibliotecas de ensino musical de todo o país. O lançamento será no dia 25, na Capela Senhor dos Passos, Santa Casa de Misericórdia, às 16h. Além do livro, há o lançamento do CD da Orquestra Barroca formada exclusivamente no festival.

*Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.