Sexta-feira, 16 de julho de 2010, atualizada às 10h30

Ficção e documentários são atrações do 2º Festival de Cinema em Cataguases

Pablo Cordeiro
*Colaboração

Entre os dias 3 e 14 de agosto, Cataguases sedia a segunda edição do festival de cinema Ver e Fazer Filmes, que oferece apresentações diárias de produções diversas, workshops, debates sobre a sétima arte, profissionais renomados e equipes que produzirão obras em busca do troféu Câmera na Cabeça. Para o público, exibições e sessões comentadas pelos profissionais serão realizadas em praças de bairros da cidade.

O festival se desenvolve em duas etapas: a etapa Fazer, que irá resultar na produção de sete curtas-metragens, todos inspirados na obra do escritor cataguasense Luiz Ruffato; e a etapa Ver, com exibições de filmes, oficinas e palestras. Estudantes das universidades Pontifícia Universidade Católica (PUC/MG) e Federal da Bahia (UFBA) produzirão duas ficções durante o período do festival.

Cinco equipes de jovens do Brasil, Portugal e África produzirão cinco documentários também inspirados na literatura de Ruffato. Todas as equipes são concorrentes em 16 categorias semelhantes às do Oscar. Os grupos serão orientados por figuras de renome no cenário nacional, como o juizforano Marcos Pimentel, Maurice Capovilla, Gustavo Jardim, Marília Alvim, Aloysio Filho e Guilherme Fiuza. Os filmes serão exibidos no dia 14 de agosto, quando serão submetidos aos júris popular e especializado.

Entretenimento para o público jovem

Cerca de 300 jovens, entre 14 e 17 anos, foram selecionados na cidade e em mais dez municípios da região, para participar de oficinas, workshops, palestras e sessões de cinema. Ao longo do evento, esses jovens irão assistir a oito filmes nacionais e, ao final, também haverá eleição da melhor produção.

*Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.