Sexta-feira, 27 de mar?o de 2009, atualizada ?s 12h

Campanha prop?e apagar as luzes para lembrar aquecimento global. Em Juiz de Fora, restaurantes e espa?os p?blicos v?o adotar a iniciativa


Guilherme Ar?as
Rep?rter

No pr?ximo s?bado, dia 28 de mar?o, os governos, as empresas e a popula??o de todo o mundo preparam uma campanha para demonstrar preocupa??o com os efeitos causados pelo aquecimento global. Entre 20h30 e 21h30, as luzes das casas, pr?dios, estabelecimentos comerciais e monumentos p?blicos ser?o apagadas. Os locais devem ficar iluminados apenas pelas luzes de velas. O projeto Hora do Planeta ser? adotado pela primeira vez no Brasil este ano. Em Juiz de Fora, os bares e restaurantes associados ? Abrasel Regional e o Morro do Imperador seguir?o a iniciativa da WWF, ONG respons?vel pelo movimento.

O presidente da Abrasel, Tiago Zambiasi, espera a ades?o de 80% dos estabelecimentos associados. "O principal intuito da Hora do Planeta em ?mbito mundial ? come?ar a mobilizar a sociedade e o poder p?blico para a reuni?o em Copenhague, em dezembro, quando os pa?ses novamente v?o tentar assinar o novo Protocolo de Kyoto."

Em 2008, a Hora do Planeta atingiu 50 milh?es de pessoas. Este ano, a ONG espera alcan?ar um bilh?o de adeptos em todo o mundo. Entre os monumentos brasileiros que v?o participar da campanha est?o o Cristo Redentor e a Esplanada dos Minist?rios, al?m da C?mara dos Deputados. Eles far?o companhia a cart?es postais como a Torre Eiffel, o Coliseu e a ?pera de Sidney.

De acordo com a WWF, no Brasil, o desmatamento das florestas, principalmente Amaz?nia e Cerrado, ? respons?vel por 75% das emiss?es de CO2, o principal causador do aquecimento global.

Os textos s?o revisados por Madalena Fernandes