• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quarta-feira, 11 de julho de 2012, atualizada às 18h

    25ª edição do Inverno Cultural de São João del-Rei começa neste sábado. Confira a programação

    Da Redação
    inverno

    O Inverno Cultural da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) começa neste sábado 14 julho e vai até o dia 28, sábado. Durante esses dias, a cidade histórica vai respirar música, teatro, literatura, dança e artes visuais. Nesta edição, o evento comemora 25 anos de trajetória, propondo uma reflexão sobre a importância de buscar nas diversas manifestações artísticas (e na educação) possibilidades para uma vida melhor.

    Com o tema Kairós, um tempo possível, o evento vai pautar toda a programação do festival, que este ano ocupa mais espaços da cidade, como ruas e praças. Além da sua tradicional oferta de entretenimento de qualidade, a 25ª edição do Inverno Cultural tem o objetivo de propor uma reflexão mais ampla aos participantes.

    A abertura do festival contará com a participação de um artista contemporâneo brasileiro, o capixaba Hilal Sami Hilal. Na ocasião ele vai inaugurar a exposição Sherazade, de sua autoria, um dos destaques do evento. A ideia da mostra é construir uma metáfora da delicada representação da vida e sua relação com o tempo. Com curadoria do professor e artista visual Ricardo Coelho, a mostra fica em cartaz de 14 de julho a 12 de agosto, no Centro Cultural da UFSJ, na praça Doutor Augusto das Chagas Viegas, 17, Largo do Carmo, São João del-Rei. Confira a programação.

    Música

    Os shows comandados por nomes da música popular brasileira são sempre uma atração à parte no Inverno Cultural. Nesta edição, o festival oferece quase 30 shows e os destaques vão para Lecy Brandão, que se apresenta na abertura do festival no dia 14; no dia 20, a atração será a banda Pato Fu, que vai apresentar o álbum Música de Brinquedo, com a participação do grupo Giramundo; no dia 24, quem comanda é o grupo UAKTI; o cantor Jorge Aragão apresenta-se no dia 25; e, para fechar a programação, o grupo de música multicultural Mawaca apresenta-se no dia 27.

    Teatro

    Dentre as 14 peças da programação, destacam-se Eclipse, do grupo Galpão, que será exibida na abertura do evento; Oxigênio, da Companhia Brasileira de Teatro (Curitiba); Amores Surdos, do grupo Espanca! (Belo Horizonte); Holoclownsto, Troupp pas d'argent (Rio de Janeiro); Parece Que Foi Ontem, Coral Céu na Boca (Santos); O Santo e a Porca, do Galpão Cine Horto (Belo Horizonte); Prometheus - a tragédia do fogo, Cia. Teatro Balagan. (São Paulo) e dança Balé de Rua (Uberlândia).

    Artes Visuais

    Incluindo mostras de artes plásticas, de cinema e debates sobre o tema, a área de artes visuais traz aos participantes 19 eventos cujos destaques são a exposição Sherazade, de Hilal Sami Hilal; o debate A trajetória artística de Hilal Sami Hilal; mostra Kairós Audiovisual – Imagem dos Povos, com a exibição de curtas-metragem; exposição Paisagens Mineiras, no Salão Nobre da Associação Comercial de São João del-Rei); e Empty Bows, projeto internacional de combate à fome que expõe tigelas artesanais, que são vendidas na exposição e a renda é revertida à causa.

    Literatura

    Com quase dez eventos, entre lançamentos de livros, debates e mostras, os destaques na área de literatura vão para a exposição de poemas-objeto A imagem da poesia e a poesia na imagem; a oficina Narrativa de causos e criação de personagens; e o debate Jornalismo e Crítica Cultural, que integra a I mostra Ensaios de Arte e Cultura.

    inverno_cultural inverno_cultural

    Dança

    Os destaques vão para os espetáculos Ressonâncias, da Quilk Companhia de Dança (Nova Lima); Balé de Rua de Uberlândia; e Obstáculos, do grupo Impacto Companhia de Dança (Viçosa)

    Debates

    Estimular um debate sobre a importância de se dedicar um tempo para a arte estão entre os objetivos dos debates do 25º Inverno Cultural. Os destaques vão para Colóquio Interdisciplinar: Tempos Possíveis, que vai abordar a temática do evento, que remete à importância de buscar tempo para se dedicar à cultura. O encontro conta com a participação de acadêmicos de renome das principais universidades brasileiras; e para 1ª Mostra Ensaios da Arte e Cultura é um misto de debate e oficina de caráter transdisciplinar composta por 11 encontros envolvendo profissionais de reconhecida competência no cenário artístico-cultural, de âmbito internacional. Participam o artista plástico Hilal Sami Hilal, o crítico de arte Jorge Coli e o professor e curador do Metropolitan Museum de Nova Iorque, Neville Rowley.

    Sessenta e oito oficinas artísticas

    Divididas em sete áreas de atuação, como artes cênicas, música, literatura, arte-educação, artes plásticas, especiais e artes visuais, as 68 oficinas propostas pelo 25º Inverno Cultural, que oferecem mais de 1600 vagas no total, apresentam grandes destaques nesta edição.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.