• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Comércio de JF sente reflexos discretos de vendas para o Carnaval

    Apesar das vendas ainda não terem alavancado, as fantasias infantis e máscaras estão entre os produtos mais procurados

    Andréa Moreira
    Repórter
    17/1/2013
    Fantasia

    Faltando pouco mais de 20 dias para o Carnaval, o comércio de Juiz de Fora já se prepara para atender aos foliões de Juiz de Fora e da região. Apesar das vendas não estarem aquecidas, a expectativa é de crescimento, como destaca a proprietária da loja Quase Tudo, Josiane Soares. "Nos preparamos o ano todo para esta época. Tudo que tenho aqui dentro é direcionado para o Carnaval, por isso sempre faço um grande investimento. E apesar de as vendas ainda não estarem aquecidas, acredito que faremos ótimos negócios."

    Já o armarinho O Pirralho trabalha com uma diversidade de materiais, o que fez com que as vendas de mercadorias para o Carnaval ainda não alavancassem. "A maioria dos nossos clientes está comprando material escolar. Poucos são os que já vieram comprar os artigos para a Folia do Momo," explica a proprietária do estabelecimento, Alana Fusaro. Também especializada em artigos para o Carnaval, a Casa Combate já inicia as vendas, como explica a proprietária Terezinha Móises. "Como o Carnaval este ano é no princípio de fevereiro, acredito que as pessoas irão começar as compras na próxima semana."

    Positivo

    Já na Casa Chic, onde o carro-chefe são os materiais para as escolas de samba, a venda de produtos começou em outubro passado. "As agremiações da cidade iniciaram as compras ainda em 2012. E, neste mês, estamos recebendo pedidos de várias escolas da região. Acredito que elas demoraram um pouco porque, devido às eleições, muitos municípios trocaram de prefeitos e os carnavalescos estavam aguardando o aval dos atuais governantes," explica a proprietária, Mounira Haddad Rahme, destacando que em janeiro as vendas aumentaram 10% em relação a 2012.

    Otimismo

    Em nota divulgada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juiz de Fora, o presidente Vandir Domingos da Silva ressaltou que os juiz-foranos estão a cada ano mais otimistas com o Carnaval da cidade, o que aumenta a venda do comércio. É o caso da costureira Maria do Carmo Fonseca, que apesar de afirmar que deixa a maioria das compras para as vésperas da festa, já começou a se preparar. "Vim escolher uma fantasia para um baile à fantasia da minha família. Mas, em breve, volto para as compras do Carnaval."

    Preços

    A maioria dos preços dos produtos de Carnaval não sofreram alteração em relação ao ano passado, como destaca a proprietária do armarinho O Pirralho. "Como muitos dos produtos são importados, os valores permaneceram estabilizados," explica Alana, ressaltando que a partir de R$ 3,90, o folião pode começar a montar sua fantasia.

    Fantasia Fantasia

    Produtos mais procurados

    As fantasias infantis estão entre as mais procuradas na loja Quase Tudo. "Os meninos preferem as de heróis e piratas, já as meninas, de princesa ou melindrosa," explica Josiane. Na Casa Combate, as fantasias para o público infantil também são o grande destaque. "Os heróis de desenhos e filmes são os preferidos," ressalta Terezinha.

    Já no armarinho O Pirralho, além das fantasias, as máscaras são outra atração. "Galinha Pintadinha, Homem Aranha e Pânico estão entre as mais pedidas. Mas, em 2013, acredito que a campeã de vendas será do ministro do Supremo Tribunal de Justiça, Joaquim Barbosa," afirma Alana, destacando outra novidade deste ano. "O confete que explode também está sendo bem procurado."

    Os textos são revisados por Juliana França

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.