Terça-feira, 27 de maio de 2014, atualizada às 12h20

Após seis anos, Pró-Jazz Festival retorna nesta quarta-feira

Seis anos após a última edição do Pró-Jazz Festival, o evento voltou à cena musical e cultural em Juiz de Fora. O tradicional evento, que já trouxe ao palco do Pró-Música artistas consagrados do jazz e cantores como João Bosco e Leila Pinheiro, não acontecia desde 2007 por falta de verba. Este ano, a Pró-reitoria de Cultura da Universidade Federal de Juiz Fora (UFJF) se uniu ao Pró-Música para tornar o evento possível novamente. O festival ocorre entre os dias 28 e 30 de maio e a entrada é gratuita.

Na expectativa de popularizar o estilo e ampliar o acesso ao evento, parte dos convites para essa 12ª edição será destinada a escolas públicas, para que os jovens tenham contato com o gênero.

Programação

Na quarta-feira, 28, quem vai abrir o festival é o renomado Rildo Hora, que, além de cantor, compositor e instrumentista, é também produtor musical "da galera do samba", como definiu o maestro. Ele sobe ao palco na companhia da Orquestra de Jazz Pró-Música|UFJF.

Na quinta, 29, o palco é do grupo Kiko Freitas Trio, cujos integrantes são Kiko Freitas (bateria), Paulo Russo (contrabaixo acústico) e Rafael Vernet (piano), que têm um trabalho ao lado de João Bosco.

Quem vai encerrar o festival, no dia 30, sexta, é o Quinteto Pró-Jazz, com o maestro Sylvio Gomes como pianista, Pascoal Meireles (bateria), Marcelo Martins (saxofone), Ney Conceição (baixo) e Alexandre Carvalho (guitarra). São eles que também vão ministrar as oficinas do workshop. Todos os shows ocorrem às 20h.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.