Após sucesso do primeiro CD, banda de metal Glitter Magic lança clipe oficial

Há sete anos na estrada, o grupo de JF já possui selo internacional e lançou seu primeiro CD este ano. Agora, eles trazem o clipe oficial, que dá nome ao trabalho

Nathália Carvalho
Repórter
9/8/2012

Com um som enérgico e pesado, influenciado por nomes do Hard Rock e Heavy Metal, a banda juiz-forana Glitter Magic está alcançando as paradas de sucesso entre os amantes do rock'n roll. Na estrada há sete anos, o grupo lançou seu primeiro CD, "Bad for Health", em abril, e já possui contrato com uma gravadora italiana. Agora, os jovens pretendem estourar na mídia com o clipe que dá nome ao disco. O pré-lançamento acontece nesta quinta-feira, 9 de agosto, e a veiculação oficial será a partir de sexta, 10, em todo o Brasil.

O vocalista Rhee Charles contou ao Portal ACESSA.com um pouco sobre a realização deste último trabalho. Para ele, o clipe será uma excelente oportunidade de gerar material de qualidade para os canais online da banda, além das emissoras e redes sociais. "Este clipe será lançado no Youtube na sexta e, posteriormente, será transmitido em várias emissoras como Globo, MTV Brasil, Rede Minas e Canal Brasil. Foi um projeto  que demandou gastos mínimos, mas com um resultado incrível!", conta.

O trabalho todo de gravações foi feito em apenas dois dias. Quem assina a direção é o jornalista e produtor audiovisual Daniel Couto, ao lado de Kiko Barbosa na fotografia e Cézar Campos na produção. "Tivemos um grande apoio para a realização deste clipe, tanto de profissionais de uma TV local quanto de outros amigos. Os custos foram baixos e a qualidade elevada, devido ao grande profissionalismo de toda a equipe." Charles conta, ainda, que as gravações foram realizadas em uma fábrica do bairro Milho Branco e em um bar da rua Barão de Cataguases.

O vocalista explica que a ideia do clipe era retratar um pouco daquilo que é contado na música, baseado em conceitos que envolvem bares, mesa de pôquer e diversão. "É uma produção enigmática. A letra da música fala de uma pessoa que está a fim de se divertir sem limites mas, no final das contas, pode acabar gerando uma situação difícil. O personagem vai para a noite e quer jogar, azarar mulheres e beber, e depois vocês vão ver o que acontece", conta.

A escolha da música foi feita com base na participação dos integrantes da banda na composição. "Escolhemos uma das músicas com som mais metal que temos, e que acaba mostrando o estilo da banda, que é de um som melódico, mas agressivo, pesado mas fácil de ser digerido. A composição tem um pouco de cada um de nós e acho que qualquer pessoa que gosta de rock, vai curtir esse som."

A banda

Um nome que causa estranheza a princípio, mas que é desconstruído logo em seguida. É o que o vocalista comenta, ao ser indagado do nome Glitter Magic. A história começou quando os rapazes, que eram integrantes de outra bandas, se uniram para tocar juntos em uma festa com temática anos 80. "O nome é uma brincadeira com a época e as músicas famosas, aí acabou ficando. Acho que é interessante notar que as pessoas vão escutar achando que irão ouvir outra coisa, mas acabam se surpreendendo. É algo que marca e é positivo pra nós."

Além de Rhee Charles nos vocais, a banda conta com Luqui Di Falco e Mauri Moore nas guitarras, trio que compõe a formação original da banda. O baixista Glux e o baterista Andy Ravel fecham o quinteto. "Como a banda tem muitos anos, já tocamos em várias cidades de Minas Gerais e no Rio de Janeiro", conta Charles. Agora, a ideia do grupo é expandir esse mercado e lançar um novo CD dentro de dois anos. "Não colocamos todas as músicas que tínhamos neste primeiro trabalho. Queríamos algo que chamasse a atenção pelo visual, e não apenas pela música. Foi um trabalho que não deixou nada a desejar se comparado a bandas internacionais e queremos continuar nessa linha."

A comparação com bandas de outros países é inevitável, até mesmo pelo som da Glitter. Os jovens, que cantam as músicas em inglês, já possuem selo internacional com a gravadora italiana Heart of Steel records. "Acreditamos que o som fica melhor cantado em inglês e tem um público muito forte na Europa que curte este tipo de som. A mixagem do nosso CD foi feita na Suécia e as canções tem um tom especial, com perfil internacional." O som é baseado no Hard Rock e Hard Heavy, influenciados por Hardcore Superstar, Megadeth, Skid Row, Metallica, Whitesnake e Black Sabbath. "Nos shows, cantamos músicas autorais e algumas de sucesso deste estilo. Trouxemos nossas canções para os shows e agradou ao público, agora vamos continuar produzindo", completa.

Os textos são revisados por Mariana Benicá
-

Após sucesso do primeiro CD, banda de metal Glitter Magic lança clipe oficial

Há sete anos na estrada, o grupo de JF já possui selo internacional e lançou seu primeiro CD este ano. Agora, eles trazem o clipe oficial, que dá nome ao trabalho

Nathália Carvalho
Repórter
9/8/2012

Com um som enérgico e pesado, influenciado por nomes do Hard Rock e Heavy Metal, a banda juiz-forana Glitter Magic está alcançando as paradas de sucesso entre os amantes do rock'n roll. Na estrada há sete anos, o grupo lançou seu primeiro CD, "Bad for Health", em abril, e já possui contrato com uma gravadora italiana. Agora, os jovens pretendem estourar na mídia com o clipe que dá nome ao disco. O pré-lançamento acontece nesta quinta-feira, 9 de agosto, e a veiculação oficial será a partir de sexta, 10, em todo o Brasil.

O vocalista Rhee Charles contou ao Portal ACESSA.com um pouco sobre a realização deste último trabalho. Para ele, o clipe será uma excelente oportunidade de gerar material de qualidade para os canais online da banda, além das emissoras e redes sociais. "Este clipe será lançado no Youtube na sexta e, posteriormente, será transmitido em várias emissoras como Globo, MTV Brasil, Rede Minas e Canal Brasil. Foi um projeto  que demandou gastos mínimos, mas com um resultado incrível!", conta.

O trabalho todo de gravações foi feito em apenas dois dias. Quem assina a direção é o jornalista e produtor audiovisual Daniel Couto, ao lado de Kiko Barbosa na fotografia e Cézar Campos na produção. "Tivemos um grande apoio para a realização deste clipe, tanto de profissionais de uma TV local quanto de outros amigos. Os custos foram baixos e a qualidade elevada, devido ao grande profissionalismo de toda a equipe." Charles conta, ainda, que as gravações foram realizadas em uma fábrica do bairro Milho Branco e em um bar da rua Barão de Cataguases.

O vocalista explica que a ideia do clipe era retratar um pouco daquilo que é contado na música, baseado em conceitos que envolvem bares, mesa de pôquer e diversão. "É uma produção enigmática. A letra da música fala de uma pessoa que está a fim de se divertir sem limites mas, no final das contas, pode acabar gerando uma situação difícil. O personagem vai para a noite e quer jogar, azarar mulheres e beber, e depois vocês vão ver o que acontece", conta.

A escolha da música foi feita com base na participação dos integrantes da banda na composição. "Escolhemos uma das músicas com som mais metal que temos, e que acaba mostrando o estilo da banda, que é de um som melódico, mas agressivo, pesado mas fácil de ser digerido. A composição tem um pouco de cada um de nós e acho que qualquer pessoa que gosta de rock, vai curtir esse som."

A banda

Um nome que causa estranheza a princípio, mas que é desconstruído logo em seguida. É o que o vocalista comenta, ao ser indagado do nome Glitter Magic. A história começou quando os rapazes, que eram integrantes de outra bandas, se uniram para tocar juntos em uma festa com temática anos 80. "O nome é uma brincadeira com a época e as músicas famosas, aí acabou ficando. Acho que é interessante notar que as pessoas vão escutar achando que irão ouvir outra coisa, mas acabam se surpreendendo. É algo que marca e é positivo pra nós."

Além de Rhee Charles nos vocais, a banda conta com Luqui Di Falco e Mauri Moore nas guitarras, trio que compõe a formação original da banda. O baixista Glux e o baterista Andy Ravel fecham o quinteto. "Como a banda tem muitos anos, já tocamos em várias cidades de Minas Gerais e no Rio de Janeiro", conta Charles. Agora, a ideia do grupo é expandir esse mercado e lançar um novo CD dentro de dois anos. "Não colocamos todas as músicas que tínhamos neste primeiro trabalho. Queríamos algo que chamasse a atenção pelo visual, e não apenas pela música. Foi um trabalho que não deixou nada a desejar se comparado a bandas internacionais e queremos continuar nessa linha."

A comparação com bandas de outros países é inevitável, até mesmo pelo som da Glitter. Os jovens, que cantam as músicas em inglês, já possuem selo internacional com a gravadora italiana Heart of Steel records. "Acreditamos que o som fica melhor cantado em inglês e tem um público muito forte na Europa que curte este tipo de som. A mixagem do nosso CD foi feita na Suécia e as canções tem um tom especial, com perfil internacional." O som é baseado no Hard Rock e Hard Heavy, influenciados por Hardcore Superstar, Megadeth, Skid Row, Metallica, Whitesnake e Black Sabbath. "Nos shows, cantamos músicas autorais e algumas de sucesso deste estilo. Trouxemos nossas canções para os shows e agradou ao público, agora vamos continuar produzindo", completa.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Após sucesso do primeiro CD, banda de metal Glitter Magic lança clipe oficial

Há sete anos na estrada, o grupo de JF já possui selo internacional e lançou seu primeiro CD este ano. Agora, eles trazem o clipe oficial, que dá nome ao trabalho

Nathália Carvalho
Repórter
9/8/2012

Com um som enérgico e pesado, influenciado por nomes do Hard Rock e Heavy Metal, a banda juiz-forana Glitter Magic está alcançando as paradas de sucesso entre os amantes do rock'n roll. Na estrada há sete anos, o grupo lançou seu primeiro CD, "Bad for Health", em abril, e já possui contrato com uma gravadora italiana. Agora, os jovens pretendem estourar na mídia com o clipe que dá nome ao disco. O pré-lançamento acontece nesta quinta-feira, 9 de agosto, e a veiculação oficial será a partir de sexta, 10, em todo o Brasil.

O vocalista Rhee Charles contou ao Portal ACESSA.com um pouco sobre a realização deste último trabalho. Para ele, o clipe será uma excelente oportunidade de gerar material de qualidade para os canais online da banda, além das emissoras e redes sociais. "Este clipe será lançado no Youtube na sexta e, posteriormente, será transmitido em várias emissoras como Globo, MTV Brasil, Rede Minas e Canal Brasil. Foi um projeto  que demandou gastos mínimos, mas com um resultado incrível!", conta.

O trabalho todo de gravações foi feito em apenas dois dias. Quem assina a direção é o jornalista e produtor audiovisual Daniel Couto, ao lado de Kiko Barbosa na fotografia e Cézar Campos na produção. "Tivemos um grande apoio para a realização deste clipe, tanto de profissionais de uma TV local quanto de outros amigos. Os custos foram baixos e a qualidade elevada, devido ao grande profissionalismo de toda a equipe." Charles conta, ainda, que as gravações foram realizadas em uma fábrica do bairro Milho Branco e em um bar da rua Barão de Cataguases.

O vocalista explica que a ideia do clipe era retratar um pouco daquilo que é contado na música, baseado em conceitos que envolvem bares, mesa de pôquer e diversão. "É uma produção enigmática. A letra da música fala de uma pessoa que está a fim de se divertir sem limites mas, no final das contas, pode acabar gerando uma situação difícil. O personagem vai para a noite e quer jogar, azarar mulheres e beber, e depois vocês vão ver o que acontece", conta.

A escolha da música foi feita com base na participação dos integrantes da banda na composição. "Escolhemos uma das músicas com som mais metal que temos, e que acaba mostrando o estilo da banda, que é de um som melódico, mas agressivo, pesado mas fácil de ser digerido. A composição tem um pouco de cada um de nós e acho que qualquer pessoa que gosta de rock, vai curtir esse som."

A banda

Um nome que causa estranheza a princípio, mas que é desconstruído logo em seguida. É o que o vocalista comenta, ao ser indagado do nome Glitter Magic. A história começou quando os rapazes, que eram integrantes de outra bandas, se uniram para tocar juntos em uma festa com temática anos 80. "O nome é uma brincadeira com a época e as músicas famosas, aí acabou ficando. Acho que é interessante notar que as pessoas vão escutar achando que irão ouvir outra coisa, mas acabam se surpreendendo. É algo que marca e é positivo pra nós."

Além de Rhee Charles nos vocais, a banda conta com Luqui Di Falco e Mauri Moore nas guitarras, trio que compõe a formação original da banda. O baixista Glux e o baterista Andy Ravel fecham o quinteto. "Como a banda tem muitos anos, já tocamos em várias cidades de Minas Gerais e no Rio de Janeiro", conta Charles. Agora, a ideia do grupo é expandir esse mercado e lançar um novo CD dentro de dois anos. "Não colocamos todas as músicas que tínhamos neste primeiro trabalho. Queríamos algo que chamasse a atenção pelo visual, e não apenas pela música. Foi um trabalho que não deixou nada a desejar se comparado a bandas internacionais e queremos continuar nessa linha."

A comparação com bandas de outros países é inevitável, até mesmo pelo som da Glitter. Os jovens, que cantam as músicas em inglês, já possuem selo internacional com a gravadora italiana Heart of Steel records. "Acreditamos que o som fica melhor cantado em inglês e tem um público muito forte na Europa que curte este tipo de som. A mixagem do nosso CD foi feita na Suécia e as canções tem um tom especial, com perfil internacional." O som é baseado no Hard Rock e Hard Heavy, influenciados por Hardcore Superstar, Megadeth, Skid Row, Metallica, Whitesnake e Black Sabbath. "Nos shows, cantamos músicas autorais e algumas de sucesso deste estilo. Trouxemos nossas canções para os shows e agradou ao público, agora vamos continuar produzindo", completa.

Os textos são revisados por Mariana Benicá