• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Instituto Educação e Cidadania oferece atendimento gratuito à população de JF e região

    Somente em 2012, a instituição realizou mais de 14 mil atendimentos jurídicos, psicológicos e sociais

    Andréa Moreira
    Repórter
    1º/4/2013
    Centro de Referência em Direitos Humanos de JF e ZM

    Zelar pelos direitos humanos e desenvolver projetos de educação e cultura voltados para à população. Esses são os principais trabalhos do Instituto Educação e Cidadania (IEC), uma fundação sem fins lucrativos, criada em 2005, que atende Juiz de Fora e todas as cidades da Zona da Mata. Com um quadro de 15 funcionários, entre assistentes sociais, psicólogos, advogados e estagiários, o IEC oferece atendimento jurídico, psicológico e social. "Nosso trabalho é ofertar um serviço gratuito de mediação de conflitos, proposituras de ações judiciais e orientações gerais a toda a população," afirma a assistente social, Raphaela Receputi.

    Somente em 2012, o IEC realizou 4 mil atendimentos em sua sede, localizada na rua Vitorino Braga 126-b, e outros 10 mil itinerantes nos bairros de Juiz de Fora e algumas cidades da região. Segundo Raphaela, qualquer pessoa pode procurar a instituição. "Atendemos crianças, mulheres, idosos e qualquer pessoa que tenha tido seus direitos violados. Para isso, nós trabalhamos do acolhimento, que é a ação feita pela assistência social, até a emancipação, que vai desde elevar a autoestima da pessoa até mesmo o assessoramento em uma colocação no mercado de trabalho."

    A divulgação dos direitos humanos também é uma das funções do IEC. "Como realizamos atendimentos em vários municípios, optamos por capacitar conselheiros, educadores e lideranças desses lugares, para que assim, o conhecimento seja mais disseminado. Para isso, contamos com o apoio de três agentes educadores que desenvolvem palestras, oficinas e encontros temáticos nessas cidades," explica Raphaela, destacando também que o instituo produz e distribui material informativo, cartilhas explicativas, cartazes, banners e folhetos.

    A assistente social lembra, ainda, que o IEC também ajuda a expedição de documentos. "Emitimos CPF, certidão de nascimento e título de eleitor, além de oferecermos fotos para a confecção da carteira de identidade. Tudo isso gratuitamente e por meio de parcerias com órgãos públicos." O IEC funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e das 14h às 18h.

    Centro de Referência em Direitos Humanos

    Em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, o IEC criou em 2012, o Centro de Referência em Direitos Humanos de Juiz de Fora e Zona da Mata. "Existe cerca de 30 centros como este em todo o Brasil e nossa cidade foi contemplada com um. Aqui é uma casa de encontro, uma casa de direitos, que tem como objetivo levar as pessoas a encontrarem projetos de vida, visões de mundo e praticar sociabilidades diferentes daquelas apontadas naturalmente pela vida cotidiana," conta Raphaela.

    Para Mudar o Mundo

    O projeto desenvolvido pelo Centro de Referência funciona no bairro Bairro Verde, Zona Sul de Juiz de Fora. No local são realizadas oficinas socioeducativas, atividades culturais, sociais e profissionalizantes. "Possuímos três trabalhos no local. Um voltado para idosos, outro para adolescentes e um para mulheres, que visa a socialização, a integração, a formação humana, profissional e cidadã de pessoas que vivem em risco de vulnerabilidade social," completa Raphaela.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.