• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Polícia Militar promove Ação Cívico Social na Praça da Estação

    Objetivo é aproximar a PM da comunidade. Com apoio de vários órgãos e entidades, foram montados estandes com variados serviços e orientações 

    Raphael Placido
    Repórter
    11/05/2013
    ação social pm

    Na manhã deste sábado, 11 de maio, a 30º Companhia da Polícia Militar (PM) promoveu, pela primeira vez, uma ação cívico social. O evento, cujo principal objetivo é favorecer a aproximação da PM com a comunidade local, ofereceu vários serviços gratuitos, como orientação médica e jurídica, confecção de documentos, informações sobre a Lei Maria da Penha e apoio social. As crianças também tiveram acesso a área de lazer, com brincadeiras e pintura de rosto. Estandes com artesanato foram uma boa opção para quem deixou o presente do Dia das Mães para a última hora. O evento também contou com um show de MPB.

    Satisfeito com o resultado desta primeira ação, o Sargento Paulo Henrique conta que há a previsão de mais eventos como este em outros pontos da cidade. Ele explicou a importância deste tipo de ação, que deixa o cidadão mais próximo da Polícia. "O evento surgiu do comando da Polícia Militar, que percebeu a necessidade e a importância de agregar valores no campo social e cultural da nossa cidade. Nosso objetivo é levar informações e serviços úteis no campo da segurança pública, saúde, lazer e cultura. Além disso, a PM quer sempre ter um relacionamento harmonioso com a sociedade", afirma.

    Esse aproximação se confirma ao perceber que os dois estandes da Polícia atraíram muitos interessados. No do 4º Corpaer, responsável pelo patrulhamento aéreo, foram expostos equipamentos de salvamento aquático e um vídeo com ações dos helicópteros da PM. Já o da 4ª Companhia da Polícia Militar Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário trouxe animais da fauna local empalhados e uma atração que chamou muito a atenção: uma cobra cascavel viva, de cerca de 1,5 metros.

    Outros animais peçonhentos, como aranhas, insetos e várias espécies de cobras também foram expostos pelos agentes de endemias da Prefeitura, que alertaram para seus riscos e deram dicas à população.

    O Hemominas também esteve presente na ação, e aproveitou para divulgar a necessidade de se reforçar a doação de sengue em Juiz de Fora. Tradicionalmente, com a chegada do tempo mais frio, o número de pessoas que se dirigem a sede do Hemominas caia consideravelmente. Enquanto, no verão, a média é de 120 doações semanais, nas últimas semanas foram registradas apenas 70.

    Thaís Altomar, do Núcleo de Atendimento Especial à Pessoa com Deficiência (Naepd) destaca a importância da parceria com a Polícia. "Nosso contato começou durante uma palestra sobre bullying, no Sesc. Desde então, temos recebido convites para participar de eventos como este. Nós trouxemos para cá um pouco do que a gente faz normalmente, durante a semana. É uma forma de estar mais próximos à população. Damos orientação à pessoa com deficiência sobre assistência social e benefícios, defesa dos direitos e inclusão no mercado de trabalho", explica.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.