"Vestibular é um concurso cuja meta é eliminar" Assim o diretor da Copese justifica o nível de dificuldade das provas do vestibular. Candidatos ao curso de Medicina continuam com as melhores notas

Clique para ver as notas do Vestibular

Marinella Souza*
Colaboração
11/02/2008

É consenso geral que o vestibular é um processo seletivo injusto visto que se tem que considerar uma série de fatores como a preparação do aluno, seu estado emocional e o nível das provas. A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) tem real noção disso.

O diretor da Comissão Permanente de seleção, professor José Maria Pereira Guerra (foto abaixo), afirma que o vestibular não é uma prova de análise de conhecimento. "Trata-se de uma prova com conotação de concurso, a meta é eliminar mesmo", diz.

Dessa forma, fica fácil entender o porquê de o vestibular da UFJF ser considerado um dos mais difíceis do país. Segundo o diretor, provas da área de ciências exatas tradicionalmente tendem a ser mais complexas que as demais e isso justifica o número de candidatos que zeram as provas de matemática e física todos os anos.

Em 2008, 1.023 alunos zeraram a prova de Física e 828 foram os que não pontuaram no exame de Matemática. "A UFJF não tem um estudo sobre esses valores ainda, mas, é uma situação preocupante", avalia.

Analisando os dados da UFJF, as provas de Geografia e Português foram as mais fáceis do Vestibular 2008, visto que foram as que menos apresentaram zeros. No entanto, o professor José Maria avisa que a instituição ainda não tem uma análise comparativa entre o exame de 2008 e o de 2007. "Talvez depois que sair o resultado final, tenhamos uma posição a respeito".

Com base nessas notas, o professor José Maria diz que espera uma turma de calouros com condições de aproveitar toda a excelência que a UFJF tem para a oferecer em termos de estrutura e ensino.

Balanço Preliminar

As notas divulgadas nesta segunda-feira, 11, mostram que o curso de Medicina continua sendo o que apresenta pontuações mais altas em todos os grupos (veja box). No entanto, os resultados do grupo A, que corresponde aos cotistas, continua apresentando resultado inferior aos demais.

Para o professor José Maria, esse resultado não está fora do esperado e é motivo de orgulho para a instituição. "O fato de estudantes de escolas públicas estarem almejando vagas em cursos mais concorridos tem uma importância histórica para a UFJF" , orgulha-se.

Segundo ele, os grupos A e B obtiveram excelentes resultados, apesar das diferenças em relação aos demais candidatos. "Esses alunos irão entrar na Universidade por mérito, pois suas notas são de grande relevância. O sistema de cotas incentivou os alunos de escola pública a buscarem os cursos mais concorridos, escutando sua verdadeira vocação".

Notas mais altas por grupos
  • Grupo A--> 180 a 190 (oito alunos)
  • Grupo B--> 210 a 220 (um aluno)
  • Grupo C--> 210 a 220 (um aluno)
Resultado Final

O diretor da Copese adianta que, ao contrário do que aconteceu com a primeira fase do vestibular, na segunda não haverá antecipação da divulgação do resultado.

Foto de José Maria "Na primeira o resultado era obtido mecanicamente, isso permitiu que, com muito custo, pudéssemos divulgar o resultado antes do previsto, mas agora o processo é mais delicado. A banca irá se reunir para analisar as notas e oferecer o resultado justo", explica.

José Maria alerta, ainda que, ao observar a sua nota na lista divulgada pela UFJF, o candidato deve ficar atento para não criar falsas esperanças.

"É claro que aquele aluno cuja pontuação está no topo da lista pode considerar-se selecionado, mas, aqueles cujas pontuações são limítrofes devem tomar cuidado com as análises feitas pelos cursinhos pré-vestibulares porque há de se considerar os critérios de desempate e a possibilidade de revisão que pode alterar as notas e mudar o resultado final".

Os candidatos que têm dúvidas em relação à sua pontuação e desejam pedir revisão de, no máximo, dois conteúdos, podem procurar a Central de Atendimentos, no próximo dia 13, de 09h às 16h e preencher os requerimentos. Para as provas do concurso vestibular será cobrada uma taxa de R$ 30 e para o PISM o valor cobrado será de R$ 22. Em caso de alteração da nota, esses valores serão devolvidos ao candidato posteriormente.

Notas da 2ª fase do Vestibular UFJF 2008

Busca por:
Nº Inscrição: ou
Nome do Candidato:
no Curso:




Marinella Souza é estudante de Comunicação Social na UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.