Segunda-feira, 08 de outubro de 2007, atualizada às 17h05

Professores da UFJF fazem manifesto contra Reuni


Thiago Werneck
Repórter

Os professores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) fazem uma manifestação nessa terça-feira, 09 de outubro, às 9h, contra o projeto Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni). O ato acontece em protesto contra a falta de discussão sobre uma possível adesão a este programa governamental que busca mudanças profundas nas instituições públicas de ensino superior.

Todos os professores foram convocados a se reunir no anfiteatro do Instituto de Ciências Humanas (ICH) da universidade. Os alunos também estão convidados a participar da manifestação. Segundo a Associação de Professores do Ensino Superior (APES), as aulas acontecem em horário normal e não há previsão do número de participantes no ato, o que vai depender da adesão de cada professor.

Depois da ocupação do prédio da reitoria da universidade pelos estudantes da UFJF, por sete dias, o Conselho Superior da instituição (CONSU) prometeu debates sobre o assunto dentro da comunidade acadêmica. Segundo o secretário geral da APES, Juanito Vieira essa discussão sobre o Reuni até hoje não aconteceu. "O CONSU aprovou a ampla conversa em torno do projeto, mas tudo indica que votação sobre o Reuni acontece nas próximas semanas sem nada ser falado. Isso três meses depois de prometida uma discussão com todos da universidade", destaca.

O objetivo dos professores é garantir que a UFJF não envie projeto para aderir, ainda esse ano, ao Reuni. "Como não houve discussão sobre o assunto queremos que a UFJF, pelo menos em 2007, não entre nesse projeto", diz Juanito.

No ato de 09 de outubro devem ser discutidas formas de resistência contra a implantação do Reuni, sem antes haver uma consulta à comunidade universitária. "Vamos dar mais um passo contra implementação do Reuni. O que iremos fazer depois da reunião no ICH será discutido durante o ato, conclui Juanito.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.