Segunda-feira, 14 de janeiro de 2008, atualizada às 17h05

UFJF recebe mais de R$ 3 milhões para criar as novas 300 vagas para o vestibular 2009


Thiago Werneck
Repórter

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) já recebeu R$ 3,250 milhões para investir em seu programa de extensão, através do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Univesidades Federais (Reuni). A verba será utilizada na construção de estrutura física, como prédios e laboratórios para abrir mais 300 vagas, além das 1.215 que já são oferecidas.

Os investimentos estão voltados para abertura do curso de nutrição, mais vagas em artes e investimentos no bacharelado em ciências exatas, onde os alunos poderão escolher depois sua especialização em matemática, física, química e estatística e à vagas também do departamento de Engenharia que deve ter três novidades: a de Energia, Petróleo e Gás; Telecomunicações e a Sanitária Ambiental.

Nesse momento, a utilização da verba está sendo estuda na universidade. A expectativa do pró-reitor de Planejamento e Gestão, Carlos Elísio Barral Ferreira, é de que em abril ou maio as empresas já possam ser contratadas para dar início as obras. "Estamos em estudos preliminares e, em breve, vamos abrir o processo de licitação", conta.

Segundo o pró-reitor, a universidade ainda vai receber R$ 2,4 milhões para contratar 50 professores e 45 técnicos administrativos, ainda em 2008 e também para adquirir equipamentos e manter os alunos que chegam com essas novas vagas. "Esperamos que um concurso seja aberto nos próximos meses para que possamos contratar esses docentes e técnicos. Aguardamos a liberação do restante da verba, o que deve acontecer em meados de setembro ou outubro", diz.

Com a adesão ao Reuni a expectativa da universidade é a de abrir 1615 novas vagas até o vestibular de 2012. Essas 300 para 2009, 500 em 2010 e em 2011 e outras 375 para o processo de seleção 2012. A expectativa é que 241 novos professores sejam contratados com o Reuni.

Ao todo o Ministério da Educação (MEC) depositou R$ 250 milhões na conta das 42 universidades que aderiram ao reuni, no dia 27 de dezembro. O objetivo é de que até o fim do Reuni, ocorra um aumento de 300 mil matrículas.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.