• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Desatenção aos detalhes pode desclassificar candidatos do EnemEstudantes devem ter atenção à hora do exame, aos documentos necessários e ao preenchimento correto da prova. Uso de lápis e de borracha está proibido

    Clecius Campos
    Repórter
    25/10/2010
    Foto de alunos fazendo prova

    Os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm tarefa extra, além dos estudos regulares para a prova e a preparação física e psicológica. Os estudantes precisam ficar atentos a detalhes que podem levar à desclassificação da prova e, até, impedir a entrada nas salas de aula na data do exame. Este ano, só será permitida a realização do exame se o candidato apresentar documento de identificação original, o cartão de confirmação da inscrição e caneta esferográfica preta.

    O documento pode ser uma cédula de identidade expedida por órgão oficial, como secretarias de segurança pública, forças armadas, polícia militar ou polícia federal, identificação fornecida por ordens e conselhos de classe que valham como documento de identidade, carteira de trabalho e previdência social, passaporte ou carteira nacional de habilitação. De acordo com o edital do Enem, documentos que não permitam a completa identificação dos caracteres essenciais não serão aceitos. Quem estiver impossibilitado de apresentar documento de identidade por motivo de extravio, perda, furto ou roubo, deverá apresentar boletim de ocorrência expedido pela polícia há, no máximo, 90 dias da data da prova. Nesse caso, o candidato deverá passar por identificação especial, com coleta de dados e assinatura em formulário próprio do Enem.

    O cartão de confirmação também é item fundamental. Sem ele não é permitido realizar a prova. Os candidatos têm até esta segunda-feira, 25 de outubro, para receberem o documento, enviado pelos Correios. O cartão, que contém informações como o número de inscrição, data, hora e local da prova, pode ser também impresso pelo internauta, por meio do site de acompanhamento da inscrição. No endereço na internet já é possível verificar os locais de prova.

    Pela primeira vez, não será permitido que os alunos entrem em sala com lápis, borracha, apontador, lapiseira ou grafite. A posse dos materiais é tão proibida quanto o porte de máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, pagers, bips, walkman, gravadores, aparelhos de mp3 ou similares, relógios, ou quaisquer receptores ou transmissores de dados e de mensagens. O supervisor das turmas de ensino médio de uma escola de Juiz de Fora, Ronaldo Cardoso Campos, orienta que os estudantes deixem tudo preparado na véspera das provas. "É bom separar os documentos, levar duas ou três canetas pretas, para não ocorrer nenhum atropelo de última hora. É legal chegar uma hora antes da prova, mas evitar entrar para a sala com muita antecedência, isso pode aumentar o nervosismo."

    Campos aconselha que o aluno visite o local de prova durante essa semana. "O cuidado é importante, pois o aluno não pode chegar atrasado de jeito nenhum. No Enem não há tolerância." Segundo o edital do exame, tanto no dia 6 novembro, quanto no dia 7, as provas começam às 13h, horário de Brasília. As regras estabelecem que os portões dos locais de prova serão fechados às 12h55 e, a partir desse horário, não será permitida a entrada.

    Cuidados na hora de fazer a prova

    Toda a prova deve ser feita à caneta preta, incluindo a marcação no gabarito e a redação. É de responsabilidade do candidato conferir seus dados registrados no cartão-resposta, na folha de redação e na lista de presença. O estudante não pode deixar de marcar a cor da capa do caderno de questões nos cadernos de respostas. As provas que não estiverem preenchidas perfeitamente não serão corrigidas. No cartão-resposta, o candidato deve ficar atento para preencher completamente cada uma das opções escolhidas. Questões com mais de uma resposta, emendas, rasuras — ainda que legíveis — não serão computadas.

    Os apressadinhos não poderão deixar a sala de aula antes das duas horas iniciais de exame. Quem esperar um pouco mais — quatro horas após o início da prova de sábado, 6, e cinco horas após o início da prova de de domingo, 7 — poderá levar o caderno de questões para casa. Os três últimos alunos de cada sala só poderão deixar a prova juntos. Não haverá prorrogação do tempo previsto.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.