Sexta-feira, 25 de março de 2011, atualizada às 16h

Escolas estaduais paralisam as atividades na próxima semana

Jorge Júnior
Repórter
sala de aula

Na próxima terça-feira, 29 de março, professores e funcionários das escolas estaduais de Juiz de Fora vão realizar uma paralisação para reivindicar melhores condições de trabalho.

Na data, 44 professores da cidade vão se reunir, às 14h, na assembleia estadual, que vai ocorrer no pátio da Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte, onde a classe vai ter o parecer das solicitações enviadas ao governo, no último dia 25 de fevereiro.

"Realizamos uma paralisação no dia 24 de fevereiro e, no dia 25, protocolamos um documento para o governo, solicitando plano de carreira, aumento no piso salarial e educação de qualidade", diz a diretora de Comunicação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE) local, Yara Aquino. O piso nacional da categoria é de R$ 1.597,87 para os professores. No Estado, os trabalhadores recebem R$ 1.320 pela carga horária de 24 horas.

Também foi solicitado concurso público para todas as áreas, inclusive para as disciplinas de filosofia, sociologia e ensino religioso, além da eleição de novos diretores de escolas. De acordo com Yara, alguns pedidos já foram atendidos. "Já saiu o edital para a eleição dos profissionais, que vão ser empossados em junho", comemora.

Segundo o diretor do Sind-UTE, André Nogueira, nos últimos anos, os profissionais sofreram com muitos cortes na educação. "Queremos melhorias na educação e a manutenção da nossa carreira." Nogueira não descarta a possibilidade de uma greve, se a resposta do órgão não corresponder às expectativas da classe. "Vamos avaliar o que vai ser oferecido e, dependendo dor resultado, podemos estender o prazo da manifestação", afirma.

Assembleia em Juiz de Fora

Na segunda-feira, 28 de março, às 17h30, os profissionais vão promover uma assembleia regional com a categoria, no Instituto Estadual de Educação, na avenida Getúlio Vargas 521, Centro. O objetivo do encontro é informar aos professores sobre as propostas que estão sendo feitas.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.