• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Terça-feira, 21 de agosto de 2012, atualizada às 18h

    Professores federais de JF acreditam na possibilidade de reabertura das negociações

    Andréa Moreira
    Repórter
    Assembleia da Apes

    Os professores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e do Instituto Federal Sudeste MG tentam reabrir as negociações com o governo federal. A decisão partiu da assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 21 de agosto, quando os 128 docentes aprovaram, por unanimidade, a contraproposta do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN) a ser apresentada ao governo.

    Entretanto, a apresentação da contraproposta não é garantia de que o governo retome as negociações, como explica o presidente da Associação dos Professores de Ensino Superior de Juiz de Fora (Apes-JF), Rubens Luiz Rodrigues. "Sabemos que as negociações estão fechadas. Mas, ao aprovamos esta contraproposta da Andes, estamos pressionando a volta das negociações."

    Na nova proposta da Andes, o piso salarial inicial de um professor universitário com graduação é de R$ 3.232,12, podendo chegar a R$ 5.656,20, para os docentes que tenham doutorado e cumpram 20 horas semanais. Para 40 horas semanais, esses valores sobem para R$ 6.464,23 e R$ 11.312,41, respectivamente. Já o docente com dedicação exclusiva com graduação começa recebendo R$ 10.019,56 e o doutor R$ 17.534,23.

    Durante a assembleia, os professores também aprovaram a manutenção de alguns atos relacionados à greve, entre eles o envio de cartas aos parlamentares, além de reuniões com candidatos a prefeito de Juiz de Fora.

    Sobre a situação dos professores do Colégio de Aplicação João XXII, em relação ao Sistema de Seleção Unificado e ao funcionamento excepcional do terceiro ano do ensino médio, Rodrigues ressalta que a questão foi encaminhada para reunião do Comando Local de Greve. "Este tema será debatido isoladamente, a partir desta quinta feira, 23. Para isso, precisamos da participação maciça de todos os professores interessados neste debate."

    O presidente da Apes informa que a próxima assembleia será no dia 28 de agosto, às 14h. "Neste dia, vamos avaliar os resultados das ações pela reabertura das negociações, considerando a possibilidade de indicação ao Comando Nacional de Greve da Andes sobre uma saída unificada da greve."

    Os textos são revisados por Mariana Benicá


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.