• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Sexta-feira, 6 de julho de 2012, atualizada às 18h25

    Continua a greve dos professores e dos servidores federais

    Andréa Moreira
    Repórter
    Assembleia

    Após mais uma assembleia, professores e servidores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e do Instituto Federal Sudeste MG decidiram pela manutenção da greve. A reunião, que aconteceu na manhã do dia 6 de julho, avaliou a conjuntura da greve e discutiu os encaminhamentos das ações do movimento. De acordo com o presidente da Associação dos Professores de Ensino Superior de Juiz de Fora (Apes-JF), Rubens Luiz Rodrigues, não existe uma previsão para o final da greve. "Enquanto o governo federal não apresentar uma proposta viável que atenda às nossas reivindicações permaneceremos paralisados", afirma Rodrigues.

    Durante a assembleia foram realizadas avaliações da conjuntura da greve e discutidos encaminhamentos das ações do movimento. A próxima assembleia está marcada para o dia 10 de julho, às 9h, na sede da Apes-JF.

    Entre as reivindicações dos servidores está a reestruturação da carreira dos professores federais, prevista no acordo firmado em 2011. A categoria também busca carreira única, com incorporação das gratificações em 13 níveis remuneratórios, variação de 5% entre níveis a partir do piso para regime de 20 horas, correspondente ao salário mínimo do Dieese (atualmente calculado em R$ 2.329,35) e percentuais de acréscimo relativos à titulação e ao regime de trabalho. Os docentes também reivindicam a valorização e a melhoria das condições de trabalho e de atendimento de pautas específicas de cada instituição de ensino superior.

    Ato de manifestação

    No dia 11 de julho, o movimento grevista irá promover um ato de protesto cujo tema será a Copa do Mundo. "Queremos mostrar para a população que, enquanto o governo federal gasta rios de dinheiro com a Copa, não se preocupa com a situação da educação no país. Prova disto é que o governo sequer abriu as negociações com o comando de greve", explica Rodrigues.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.