• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Terça-feira, 19 de maio de 2015, atualizada às 14h39

    Movimento estudantil permanece acampado no prédio da reitoria na UFJF

    manifesto

    Estudantes do movimento unificado estudantil da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) permanecem acampados nesta terça-feira, 19 de maio, no prédio da reitoria, como forma de manifestação. As principais pautas que estão em discussão são o atraso no pagamento das bolsas, discordâncias no edital do Apoio Estudantil, arbitrariedades da segurança, falta de estrutura, pedido de abertura imediata da Moradia Estudantil, transparência e retomada das obras do campus de Governador Valadares, além de eleição democrática de novo diretor. A ocupação aconteceu na segunda-feira, 18, após reunião que teve início às 17h e durou em torno de cinco horas, entre os estudantes e a administração, representada pelo reitor em exercício Marcos Chein e pró-reitora do Apoio Estudantil e Educação Inclusiva, Joana Machado, entre outros. A reunião chegou a ser acompanhada em tempo real por mais de 300 pessoas pela internet, a partir de link disponibilizado por estudantes da Faculdade de Comunicação.

    Neste momento, o movimento titulado como "Ocupa UFJF" faz nova assembleia, no saguão da reitoria. Todas as informações e decisões do grupo estão sendo postado, em tempo real, na página no facebook, com o nome do movimento. Após decisão da permanência dos estudantes no prédio da instituição, em acordo do vice-reitor Marcos Chein, foi decidido limitar a entrada de estudantes, terceirizados e funcionários não envolvidos no movimento. Está sendo permitido somente serviços essenciais para o funcionamento da UFJF, priorizando aqueles relativos aos interesses dos estudantes, nos setores de Recursos Humanos e Contabilidade, além de algumas pró-reitoras.

    Nota UFJF

    Conforme nota divulgada pela UFJF nesta terça, os pontos prioritários, as propostas e os encaminhamentos definidos na assembleia foram registrados em ata, assinada pelos representantes da administração da instituição e das entidades estudantis.

    manifestoNova reunião ficou agendada para a próxima sexta-feira, 22, "com objetivo de aprofundar e concretizar as questões discutidas, com foco prioritário em três temas: apoio estudantil, meio passe estudantil e segurança no campus. Até lá, a administração da UFJF, em especial as pró-reitorias de Apoio Estudantil e Educação Inclusiva e de Planejamento e Orçamento, estudarão alternativas para acelerar a conclusão do edital 2015, sem descuido de outro ponto destacado – necessidade de ampliação do quadro permanente de servidores públicos da Proae – bem como avançará na construção de mecanismos para uma proposta institucional de orçamento participativo".

    Professores e PJF vão a Belo Horizonte para audiência de mediação na Justiça

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.