• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quinta-feira, 17 de setembro de 2015, atualizada às 18h

    Juiz de Fora terá 428 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos

    Angeliza Lopes
    Repórter
    pjf

    O programa JF Qualifica – inclusão social lançado pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) nesta quinta-feira, 17 de setembro, vai oferecer, em duas etapas, 428 vagas para cursos profissionalizantes em diversas áreas. O programa tem como objetivo promover a autonomia das famílias auxiliadas pelas políticas de assistência social, por meio da qualificação profissional. Sendo assim, o público alvo são pessoas acima de 16 anos, inscritas no CadÚnico, com prioridade para os beneficiários do Bolsa Família. A princípio, os cursos serão ofertados pelo Senai e Senac.

    Na próxima quinta-feira, 24, estarão abertas inscrições para os cursos de Soldador (20), Operador de Computador (40), Auxiliar Administrativo (20) e Auxiliar de Departamento Pessoal (20). Já no dia 3 de novembro, serão abertas vagas para a turma de Designer de Sobrancelhas (18). Nestas datas, serão aceitas inscrições apenas de pessoas que se enquadrarem no perfil do programa, que são as beneficiadas pelo Bolsa Família. Já o cadastro de reserva, aberto a todos, para o preenchimento de vagas remanescentes, será entre nos dias 25 e 29. As inscrições poderão ser feitas na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, Rua Halfeld 450, 6º andar ou nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), dos bairros.

    O candidato deve apresentar na pré-matrícula CPF, comprovante de residência e do número ou comprovante de inclusão do Número de Identificação Social (NIS). Nos casos de menores de idade também será exigido o CPF do responsável. As oportunidades serão de acordo com a ordem de chegada na fila. Para os cursos que terão novas turmas ofertadas em 2016, o cadastro reserva terá prioridade para a inscrição da pré-matrícula.

    Conforme o prefeito Bruno Siqueira, o programa veio sanar a lacuna deixada pela redução das vagas ofertadas pelo Pronatec, devido ao corte de verbas do governo Federal. "Com criatividade as secretarias de Desenvolvimento Social e Econômico pensaram nesta parceria que vai beneficiar a população mais afetada por toda esta crise, com oportunidade de qualificação para futura inserção no mercado de trabalho", destaca. O secretário da SDS, Flávio Cheker complementa que as verbas destinadas para o lançamento do programa são de recursos de ISS de uma empresa que tinha sede na cidade. "Nas cláusulas de utilização dos valores de renúncia fiscal era especificado que só poderiam ser usados com programas de qualificação profissional".

    As aulas começam dia 5 de outubro e todos os futuros alunos terão direito a vale-transporte e lanche, evitando evasão. Além disso, a escolaridade exigida para todos os cursos é de ensino fundamental.

    Outras turmas que serão lançadas em março de 2016 serão: costureiro (15), modelista (15), confeccionador de lingerie e moda praia (15), confeccionador de moda fitness (15), confeitaria (20), panificador (20), pizzaiolo (20), NR10 Básico (20), maquiador (18) e cabeleireiro (18).

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.