• Assinantes
  • Autenticação
  • Campeonato Mineiro
    Segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010, atualizada às 13h

    Atlético irá entrar com medidas contra a arbitragem do jogo pela sexta rodada

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    O clássico entre Atlético e Cruzeiro no último sábado, 27 de fevereiro, provocou revolta e inconformidade nos torcedores e comissão técnica do Atlético, devido à arbitragem. O time perdeu por 3 a 1. Segundo a assessoria do Alvinegro, o presidente do clube irá tomar medidas para evitar que a arbitragem prejudique novamente a equipe. Até o momento, nenhuma reclamação oficial foi encaminhada à Federação Mineira de Futebol em relação ao árbitro Renato Cardoso Conceição, responsável pelo apito.  

    No domingo, 28, o presidente Alexandre Kali, publicou em sua página do microblog Twitter a seguinte mensagem: "Mais uma vez, fomos assaltados! Obrigado, torcida do Galo! Vocês fazem a festa sempre e não precisam ser comprados. E fiquem tranquilos. Tomaremos medidas definitivas", disse Kalil. Igualmente inconformado, o técnico atleticano Vanderlei Luxemburgo também manifestou sua indignação e publicou em seu blog uma nota criticando a falta de critério da arbitragem mineira. "Fomos prejudicados com inexplicável distribuição de cartões e também com a anulação de um gol legítimo. (...) espero que não esteja havendo um corporativismo para prejudicar o nosso trabalho", pontua.

    Gol anulado

    A assessoria do clube não destacou lances alvos das reclamações, apenas enfatizou que a arbitragem como um todo teria cometido irregularidades. Porém, o lance de maior dúvida e que poderia ter dado outros rumos para a partida foi a anulação de um gol legítimo do atacante Diego Tardelli, aos três minutos do segundo tempo. O gol seria o segundo do Atlético e o placar estaria 2 a 1, colocando o alvinegro à frente da Raposa.

    "E mais uma vez essa tal da ARBITRAGEM nos atrapalhou...", publicou em sua página do Twitter, Tardelli. De fato, o gol do atacante foi legítimo, mas o árbitro errou ao atender à marcação do assistente Jair Albano Félix. Após rápida jogada de bola no meio campo, Muriqui conduziu pela esquerda e na entrada da área tocou para Tardelli, que bateu sem chances para o goleiro Fábio. O impedimento foi marcado erroneamente, pois o jogador estava em condição legal.

    Próximos adversários

    No próximo sábado, 27, às 17h, o Cruzeiro vai até o Fazendinha enfrentar o Ituiutaba. No domingo, 28, às 17h, o Atlético enfrenta fora de casa o Uberlândia.  

    Atlético 1 x 3 Cruzeiro
    Data: Sábado - 20/2
    Local: Mineirão - 17h
    Árbitro: Renato Cardoso Conceição(CBF/FMF)
    Público: 41.591 pagantes
    Renda: R$ 988.227,00

    Gols: Jairo Campos aos 30’1T (Atlético); Gil aos 23’1T, Leonardo Silva aos 37’2T e Roger aos 43’2T (Cruzeiro)

    Escalação
    Atlético: 1-Carini, 2-Coelho, 3-Werley, 4-Jairo Campos, 5-Jonilson (15-Marques, aos 38’2T), 6-Leandro, 7-Muriqui, 8-Correa, 9-Diego Tardelli, 10-Renan Oliveira (18-Obina, aos 26’2T) e 11-Ricardinho (16-Júnior, aos 32’2T). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Cruzeiro: 1-Fábio, 2-Jonatan, 3-Gil, 4-Leonardo Silva, 5-Elicarlos, 6-Diego Renan (17-Pedro Ken, no intervalo), 7-Marquinhos Paraná, 8-Henrique, 10-Gilberto (23-Roger, aos 26’2T), 11-Thiago Ribeiro (16-Bernardo, aos 39’2T) e 30-Kléber. Técnico: Adilson Batista

    Cartões Amarelos: Coelho, Jairo Campos, Jonilson e Leandro (Atlético); Kleber (Cruzeiro)


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.