• Assinantes
  • Autenticação
  • Fim de Ano

    Movimento de veículos no Centro é 20% superior no final do anoSettra estima fluxo mais acentuado nas avenidas Rio Branco e Independência. Estacionamentos esperam lotação em todo o mês de dezembro

    Clecius Campos
    Repórter
    7/12/2010
    Foto de carros

    O movimento de veículos no Centro de Juiz de Fora no último mês do ano será pelo menos 20% maior que o verificado nos outros meses. A estimativa é da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), que aponta fluxo mais acentuado nas avenidas Rio Branco e Independência. A Rio Branco deve ter fluxo de até 42 mil veículos por dia, enquanto 38,4 mil carros devem passar diariamente pela Independência, em dezembro.

    O acréscimo chama a atenção para ações que amenizem os impactos no trânsito. Do dia 11 de dezembro a 24, das 14h até o término do horário do comércio, será intensificada a fiscalização de trânsito na região central. Além de blitze educativas, o foco será a área azul. A intenção é permitir a rotatividade adequada, a fim de dar mais mobilidade ao trânsito e para que haja mais oportunidades de estacionamento nas ruas do Centro.

    Parar o carro nas ruas centrais de Juiz de Fora em época de Natal é tarefa difícil. Os estacionamentos esperam lotação durante o mês de dezembro, principalmente nos dias que antecedem as festas de fim de ano. De acordo com a proprietária de um estacionamento na rua Santa Rita, Rita Maria Fernandes, a procura por vagas é 10% maior que a registrada nos meses normais. "Em dezembro o estacionamento lota e nós temos que colocar mais carros do que a capacidade, pois não podemos deixar de atender à clientela fiel." Segundo Rita, há grande demanda de carros vindos de outras cidades.

    O administrador de um outro estacionamento, na rua Braz Bernardino, Gustavo Thees, diz que prepara seus funcionários para atender os clientes que deverão ocupar as 300 vagas da garagem. "Quase lotamos na primeira semana de dezembro e a tendência é só aumentar. A maior procura deverá ser aos sábados, a partir das 11h, e nas sextas, a partir das 15h." Segundo Thees, este é o período em que o estacionamento mais fatura. "O movimento do fim de ano garante o 13º dos funcionários."

    Planejamento evita tumulto no trânsito

    Com mais carros nas ruas e também mais pedestres — a Polícia Militar (PM) estima que, em 2009, 150 mil pessoas passaram pelo Centro no período natalino diariamente — o tumulto no trânsito pode ser maior. Segundo o vice-presidente da Comissão Municipal de Segurança e Educação para o Trânsito (Comset), Mário Jacometti, para evitar os transtornos, é preciso planejamento. "Não deixe as compras para a última hora. Planeje, defina o que vai comprar. Evite as avenidas Independência, Rio Branco e Getúlio Vargas, buscando caminhos alternativos."

    Para os motoristas, a primeira orientação é analisar a necessidade de usar o carro. "Procure refletir bem se você precisa de um veículo. Com o carro, a pessoa vai encontrar engarrafamentos, retenções e estacionamentos lotados. A primeira alternativa é ir de ônibus e, se fizer muitas compras, difíceis de carregar, volte de táxi." Para isso, é preciso que o transporte coletivo tenha qualidade. "As empresas de ônibus e os taxistas precisam dar mais atenção ao usuário, cumprindo horários e respeitando os pontos de parada. É uma forma de incentivar o cidadão a utilizar o transporte público." A Settra enviará cartas aos taxistas, solicitando mais atenção aos usuários nessa época do ano.

    Foto de carros Foto de carros

    Agrupar amigos e familiares para fazer compras ao mesmo tempo, utilizando um único carro, é mais uma opção. "Cada família escolhe seu representante e vão todos em um veículo. O estacionamento vai sair mais barato, a gasolina também. Cada um vai fazer suas compras e marca um horário para a volta. É simples e sem estresse", opina Jacometti. Segundo ele, é importante ainda evitar a hora do rush e viajar na ante-véspera ou depois dos dias de festas. "Dezembro é mês de chuvas, há muitos carros na pista e todo mundo está com pressa."

    Os pedestres também devem estar bem orientados, para não causar mais transtorno. "Fazer as compras na última hora é a pior escolha: as pessoas vão pagar mais caro, não vai encontrar variedade e ainda vai haver tumulto. Mesmo que esteja com pressa, o pedestre deve parar, olhar e enxergar, antes de atravessar a rua. É um mês que todos estão com a mente acelerada, mas é preciso tomar cuidado." Jacometti acrescenta que aproveitar os segundos de mudanças de sinal nessa época do ano pode ser perigoso.

    Mais ônibus para o Vestibular

    Além da movimentação peculiar de compras, a realização do Vestibular 2011 e do Programa de Ingresso Seletivo Misto (Pism) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) também causará mudanças no trânsito. Dezessete ônibus extras circularão pelas linhas 545 e 555, nos dias 12, 13, 14, 20 e 21 de dezembro, datas das provas, a partir das 11h30. No dia 19, quando há exames apenas para os candidatos ao Pism III, serão oito veículos a mais nas duas linhas. Nesses dias, a linha 755, que conduz os alunos da Zona Norte até o campus da UFJF, contará com mais uma viagem, às 12h. Neste mesmo período, as linhas 221 e 222, que levam alunos até o Colégio João XXIII, local em que também haverá provas, terão dois carros a mais cada.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.