Arte do quilling permite criar desenhos diferenciados Técnica com tiras de papel enroladas dá um toque especial
a cartões, convites e quadros

Aline Furtado
Repórter
12/3/2010

O nome não é muito conhecido, mas a técnica do quilling, artesanato com tiras de papel enroladas, vem sendo difundida a cada dia. Acredita-se que a arte, que teve início com o nome de filigree, tenha sido criada por franceses e italianos, ainda no século XV, para decorar objetos religiosos.

No século XVIII, a técnica tornou-se popular na Inglaterra, quando recebeu o nome de quilling, devido ao fato de os rolinhos serem confeccionados com penas de gansos, quill em inglês. O quilling são tiras de papel em rolinhos de formatos diferenciados que, organizados, dão origem a desenhos diversos. Atualmente é usado para decorar cartões, convites e quadros.

De acordo com a artesã Ângela Vilella, apesar de se tratar de uma técnica delicada, não é necessário ter muita habilidade para fazer o quilling. "Basta ter calma para dar aos rolinhos o formato de acordo com o desenho que se pretende criar." Ela conta que são mais de cem formas que servem como base para os desenhos. "Mas para quem está começando, o ideal é trabalhar com 25 formas básicas."

Material necessário

Para fazer um cartão usando o método quilling, você vai precisar de papel color set plus em diferentes cores com uma das extremidades medindo 24 cm, furador para cantoneira de cartão, um pedaço de vidro que servirá como base para cortar as tiras de papel, um pedaço de papel que servirá como cartão, um estilete, uma agulha, mais conhecida como ferramenta para quilling, cola comum e cola com glitter na cor de sua preferência.

A artesã dá uma dica sobre o tipo de papel a ser usado para as tiras. "Uso muito o papel color set plus, mas é possível reciclar, usando folhas de uma revista. O resultado fica bacana!" Além disso, a base do cartão pode ser papel reciclado. "Fica bonito e ajuda na preservação ambiental", lembra.

Cortando o papel Tiras Enrolando a tira
Passo a passo

Para começar, coloque o papel color set plus na base de vidro e corte tiras de um centímetro com o auxílio do estilete. Se for fazer uma flor, por exemplo, você poderá usar cores como o verde, o amarelo e o vermelho. O próximo passo é enrolar, com o auxílio da agulha, uma tira de papel, formando um rolinho. "Não precisa apertar muito quando estiver enrolando a tira", ensina Ângela.

Quando terminar de fazer o rolinho, cole a ponta final. Ela lembra que não é preciso passar muita cola, a fim de que o formato desejado seja obtido com mais facilidade. Agora é hora de modelar o rolinho. "Se a pessoa quiser uma folha, basta beliscar um dos lados, dando o aspecto de gota." A artesã lembra que esta gota pode ser usada também como as pétalas da flor. Já o miolo, este pode ser com o rolinho redondo, conforme fica após ser enrolado.

Rolinhos Caule Cartão

Para fazer o caule, com as folhas presas em cada um dos lados, Ângela ensina a cortar uma tira ao meio antes de enrolar com a agulha. Em seguida, é só dobrar ao meio e enrolar uma ponta para cada lado, colando a ponta dos rolinhos ao final do processo. Depois de prontos os rolinhos, de acordo com os desenhos que se pretender criar, basta posicioná-los no cartão e colar. O acabamento é feito com a aplicação de cola com glitter sobre os desenhos.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.