O uso do laser pode trazer benefícios estéticos e à saúdeA utilização do laser é indicada para remoção de pelos, manchas, vasos sanguíneos, tatuagens e para rejuvenescimento da pele

Aline Furtado
Repórter
24/2/2010

Embora não prestemos atenção, o laser está mais presente em nossas vidas do que imaginamos. Aparelhos eletrodomésticos, como o DVD, caixas de supermercados, equipamentos utilizados por profissionais da saúde. Estes são alguns exemplos de onde o laser é usado.

Quando a utilização diz respeito à saúde e à estética, o laser se destina a tratamentos como retirada de pelos, eliminação de manchas e pequenos vasos sanguíneos, remoção de tatuagem, além daqueles com fins de rejuvenescimento. Muitos não sabem, mas o laser é a ampliação de luz por meio da emissão estimulada de radiações, ou seja, trata-se de um feixe de luz intensa de uma cor só, o que o diferencia da luz branca normal, que é o resultado da mistura de todas as cores.

Além disso, ele geralmente é emitido de forma concentrada, em uma linha reta. O comprimento da onda de laser varia de acordo com o que vai ser tratado. Cada cor de luz atua em um tipo diferente de problema. O laser pode ser regulado e programado para emitir pulsos curtos, atingindo apenas células específicas, sem danificar a pele.

De acordo com a farmacêutica, Carolina Zinato, em tratamentos para revitalização da pele e rejuvenescimento, o laser vem sendo usado para o clareamento da pele, como em casos de melasma, que são manchas adquiridas durante a gestação, e de olheiras. "O laser estimula a produção de colágeno, suavizando rugas, linhas de expressão e sinais do tempo." É comum ainda as pessoas procurarem tratamentos para a eliminação de vasinhos na face e nas pernas. No caso de estrias, Carolina explica que o resultado é mais eficaz quando as mesmas são recentes, aquelas mais rosadas.

A farmacêutica afirma que a aplicação do laser é definitiva no caso de retirada de manchas,Aplicação do laser vasos sanguíneos e tatuagens. "No caso da tatuagem, a pigmentação é feita na derme, a camada mais profunda da pele. O laser faz com que a tinta venha à superfície para que possa ser eliminada." Quanto aos pelos, a farmacêutica diz que a depilação também é definitiva, contudo, como o organismo tem necessidade do pelo, pode ser que apareçam alguns após um ano do término das sessões. "Mas com mais uma sessão de manutenção, eles voltam a desaparecer."

Os tratamentos, que são finalizados geralmente com cinco sessões, não representam risco à saúde, visto que não há prejuízo de outras células, além daquelas que estão sendo tratadas. O laser é contraindicado a pessoas que apresentam lúpus, devido à intensidade de luz. Entre os cuidados após a aplicação está a não exposição ao sol durante uma semana.

Tonalidade da pele e cor do pelo

"Quanto mais clara for a pele, mais eficiente será o resultado. Contudo, em peles negras, trabalhamos com potência menor para evitar o risco de queimadura", explica a farmacêutica, acrescentando que a melanina atua como um chamariz para o laser. No caso de pacientes bronzeados, a indicação é aguardar a queimadura solar passar para que o tratamento seja iniciado.

Com relação aos pelos, os resultados são melhores nos escuros. "Quando os pelos são claros, usamos uma pasta de carbono para que o laser aja sobre a cor mais escura." A dica para quem vai realizar a aplicação do laser para a retirada de pelos é que não se deve passar por processos como depilação com cera por trinta dias antes do início do tratamento.

Tipos de laser

O laser utilizado na dermatologia pode ser de dois tipos: o ablativo, que transpõe parte da pele, gerando lesão na mesma; e o não ablativo, que atravessa a pele sem arrancá-la nem machucá-la, atingindo apenas os alvos designados. Um exemplo do tipo ablativo é o CO2 Fracionado, que remove com precisão camadas de células envelhecidas da pele.

Tipos de tratamento

IPL Quantum

Indicado para o tratamento de rejuvenescimento, de eliminação de vasos sanguíneos e de retirada de estrias. O aparelho emite uma luz mais intensa e pulsada. "Trata-se de uma luz inteira, que produz um clarão", explica Carolina.

Soft Light

Muito utilizado para a remoção de tatuagens, este tipo de laser não deixa qualquer tipo de cicatriz, além de não promover queimadura durante a retirada. Segundo a farmacêutica, a cor preta tende a ser retirada com mais facilidade porque absorve melhor o laser.

Light Sheer

Utilizado para a retirada de pelos, este aparelho é composto por uma ponteira de safira que chega a 4º C, resfriando a área que recebe o tratamento, o que funciona como uma espécie de anestésico. "Quanto mais grosso e escuro for o pelo, mais fácil será a retirada, já que o laser age sobre a melanina", explica.

CO2 Fracionado

O método, mais abrasivo que os demais, é usado para tratamentos de rejuvenescimento e combate à flacidez, removendo as células de forma mais profunda. "Neste caso, é necessário que o paciente fique em repouso de um dia." Estas sessões duram, em média, de quinze a trinta minutos. 

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

CO2 Fracionado

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.