• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Poupar e planejar são dicas para acumular até R$ 1 milhãoO tempo que o indivíduo vai demorar para juntar determinada quantia em dinheiro vai depender da capacidade de poupar de cada um

    Aline Furtado
    Repórter
    29/6/2011
    Dinheiro

    Para muitas pessoas, fazer com o que dinheiro referente ao pagamento mensal dê para pagar as contas e a sobra estique até o final do mês é um verdadeiro jogo de cintura. Mas, para quem pretende garantir o futuro e o aperto mensal não é tão grande, a dica é poupar.

    "O tempo que a pessoa vai demorar para juntar determinada quantia em dinheiro vai depender da capacidade de poupar de cada um. Se o gasto mensal é zero, o valor será maior em menos tempo. Já em casos em que a pessoa está disposta a poupar R$ 1 por mês apenas, se a intenção é atingir valores altos, o tempo será grande", destaca o economista Lourival Batista de Oliveira Júnior.

    Além disso, segundo o especialista, é preciso que seja avaliada a realidade na qual o indivíduo está inserido. "O cálculo que considera tempo e valor final a ser poupado independe do que se ganha. O que conta mesmo é aquilo que a pessoa está disposta a poupar. Afinal, não adianta ter renda alta e baixa propensão a poupar. Ou seja, é preciso, sim, abrir mão do consumo exacerbado."

    De acordo com o economista, a propensão a poupar varia de acordo com a cultura dos povos. Japoneses poupam muito, diferentemente dos brasileiros e dos norte-americanos, que têm maior tendência ao consumismo. Outro fator que influencia diretamente na propensão à poupança ou ao consumismo é a história. "Povos que passaram por guerra são mais temerosos, avaliando a possibilidade de passar novamente por este tipo de problema. Com isso, poupam com mais facilidade." Além disso, segundo Júnior, quanto mais pobre for a camada social, mais consumista ela tende a ser.

    Poupando

    Para exemplificar, o economista lembra que uma pessoa que recebe o equivalente a três salários mínimos, um total de R$ 1.635, poderá alcançar, ao longo de trinta anos, ou seja, 360 meses, uma quantia de R$ 70.878,02, se poupar, a cada mês, o valor de R$ R$ 163,50, equivalente a 10% do salário recebido. O cálculo foi feito para taxa de juros mensal correspondente a 0,1%, o equivalente ao real.

    "Não é nada mau poupar, ao longo de trinta anos esta quantia. Mas se a intenção é guardar ainda mais dinheiro, a dica é poupar valores mais altos ao longo dos meses. Logo, a dica é se sua renda é alta, planeje melhor seus gastos, a fim de aplicar valores maiores." Nesta linha de pensamento, um indivíduo que pretende poupar, por mês, R$ 1.200, conseguirá atingir, ao longo de trinta anos, a quantia de R$ 500 mil.

    Veja outros exemplos
    Valor mensal poupado Taxa de juros (poupança) Tempo de poupança Montante acumulado
    R$ 100 0,5% 11,5 anos R$ 20 mil
    R$ 500 0,5% 11,5 anos R$ 100 mil
    R$ 1 mil 0,5% 20 anos R$ 500 mil
    R$ 1 mil 0,5% 30 anos R$ 1 milhão

    Fonte: Banco Central do Brasil

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.