• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios

    Peixarias esperam crescimento de até 20% na venda de pescado Previsão é de que procura na Quinta-feira Santa seja até 300% superior a um dia normal. A sardinha deve ser a campeã de vendas

    Thiago Stephan
    Repórter
    23/2/2012
    Procura nas peixarias deve crescer até 20%

    O consumo de peixes frescos na Quaresma e Semana Santa deve crescer de 10% a 20%, em relação ao mesmo período do ano passado. Essa é a expectativa de empresários do setor. A sardinha, pelo preço e características do alimento, deve ser a campeã de vendas. Além disso, existe a previsão de queda no preço deste pescado, o que contribui ainda mais para o crescimento do consumo.

    Aurélio Bellini, de 83 anos, é o proprietário de uma peixaria na rua Batista de Oliveira que funciona desde 1940. Com isso, esta será a 72ª Quaresma em que vai vender peixes aos juiz-foranos. Ele espera um crescimento gradativo na procura pelo pescado. "A partir da Quarta-feira de Cinzas, a procura vai subindo cerca de 10% ao dia. Acredito que na Quinta-feira Santa teremos um crescimento de 300% em relação a um dia normal", avalia o empresário.

    Expectativa semelhante é a de Mariza de Matos, há sete anos proprietária de uma peixaria na rua Floriano Peixoto. Apesar de achar que o movimento ainda está pequeno, ela prevê loja cheia nos próximos dias. "Esta época é o Natal das peixarias", diz, acrescentando que pretende fazer promoções "para que todo mundo tenha acesso aos peixes".

  • Cuidados na hora de comprar e dicas para preparar o peixe
  • Disque Páscoa - Primeira pesquisa indica oscilação de 133%
  • Segundo Bellini, existe grande variedade de peixes no mercado para combinar com diferentes tipos de bolsos. Além disso, a recente liberação da pesca da sardinha deve aumentar a oferta, fazendo o preço de alguns peixes cair justamente no período que antecede a Semana Santa. "Acredito que teremos um crescimento de até 20% em comparação às vendas do ano passado. Isto se deve à liberação da pesca da sardinha no início da Quaresma", destaca, afirmando ainda que o preço da cavalinha também deve apresentar redução.

    Bancadas já estão cheias Cavalinha entre os mais procurados
    Consumidor consciente

    Para o advogado Wellington Dias, de 46 anos, a preferência por peixes nos dias que antecedem a Semana Santa se deve a uma mistura de religião e tradição familiar. Segundo ele, não há consumo de carne vermelha neste período em sua casa. Experiente, ele tem na ponta da língua as dicas para escolher um bom peixe. "Analiso sempre se o olho está brilhando, se a carne está firme e se as escamas não estão soltando facilmente. Vejo também se as guelras estão vermelhas. Além disso, dou preferência ao peixe fresco e tenho o hábito de pesquisar em várias peixarias. Não só o preço, mas principalmente a qualidade", disse o advogado. 

    Confira preços dos peixes mais procurados nas duas peixarias pesquisadas
    • Cação: R$ 16,90 a R$ 24,90
    • Cavalinha: R$ 7,90 a R$ 12,90
    • Pescada: R$ 7,90 a R$ 12,90
    • Corvina: R$ 12,90 a R$ 14,90
    • Camarão: R$ 19,90 a R$ 34,90
    • Sardinha: R$ 5,90 a R$ 7,90

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.