Segunda-feira, 1º de junho de 2009, atualizada às 17h23

Médicos e odontólogos da Prefeitura fazem nova paralisação de 72 horas

Guilherme Arêas
Repórter

Os profissionais da área médica e odontológica da Prefeitura de Juiz de Fora realizam mais uma paralisação de 72 horas a partir desta terça-feira, 2 de junho. A ação faz parte da campanha salarial das duas categorias, que decidiram caminhar juntas nas negociações. O sindicato dos médicos espera que o movimento mantenha a adesão da última paralisação, quando, segundo balanço da entidade, apenas seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) funcionaram normalmente.

Em mais uma rodada de negociações nesta segunda-feira, 1º de junho, o sindicato dos médicos e a Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH) não avançaram na pauta de reivindicações. Além da equiparação salarial com os outros profissionais de nível superior, os médicos querem resolver problemas, como o do Programa da Saúde da Família (PSF), que é vinculado à AMAC, enquanto deveria estar ligado à Secretaria de Saúde. Os dentistas pedem aumento de 25% no salário base, que atualmente é de três mínimos, e melhorias na condição de trabalho.

Na quarta, dia 3, os profissionais farão uma assembleia em conjunto às 10h, na Sociedade de Medicina. Um dos itens da pauta será a votação do indicativo de greve.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.