• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Segunda-feira, 8 de junho de 2009, atualizada às 19h

    Ações de combate à dengue continuam no inverno. Em JF, estão confirmados 217 casos

    Daniele Gruppi
    Repórter

    Mesmo com a redução das chuvas, as ações de combate à dengue continuam. Segundo o Ministério da Saúde, o ovo do mosquito pode se manter em condições para eclodir e virar larva por um período de até 400 dias. Aqueles que já foram colocados pelo Aedes aegypti esperam apenas a próxima chuva para eclodirem, por isso, os cuidados devem ser contínuos.

    Segundo a Secretaria de Saúde, os trabalhos rotineiros são realizados em toda a cidade por meio dos agentes endêmicos. O combate ao vetor continua ocorrendo de acordo com a necessidade de cada local - monitoramento com armadilhas, orientação à comunidade e eliminação de focos com larvicida e alados com pulverização.

    Números da doença

    Desde o início do ano, Juiz de Fora registra 375 casos suspeitos de dengue. Deste total, 143 foram descartados e 217 confirmados, sendo 179 autóctones e 38 importados. Além disso, 15 pessoas encontram-se sob investigação. Nos primeiros dias de junho, cinco pessoas contraíram a doença. De janeiro a maio de 2008, foram 434 notificações.

    A redução do número de casos segue a tendência nacional. O Ministério da Saúde divulgou uma queda de 52,3% este ano no país em relação ao ano passado. De acordo com o levantamento, 266.285 pessoas contraíram dengue nos primeiros meses deste ano, enquanto em 2008 o número de infectados chegou a quase 560 mil, no mesmo período.

    Quadro Comparativo de casos confirmados em JF


    Mês 2009 2008
    Fonte: Secretaria de Saúde
    Janeiro 0 10
    Fevereiro 12 15
    Março 31 54
    Abril 81 199
    Maio 90 156
    Total 217 434

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.