• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Três casos de gripe suína são confirmados em Juiz de ForaTrata-se de duas crianças e de um homem de 50 anos. Pacientes
    já receberam alta e estão em casa

    Aline Furtado
    Repórter
    12/8/2009

    Foram confirmados, na tarde desta quarta-feira, pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Influenza A (H1N1), três casos de gripe suína na cidade. Trata-se de duas crianças, uma menina de 11 anos e um menino de 13 anos, além de um adulto do sexo masculino de 50 anos. Os pacientes, que estiveram internados em um hospital particular e no Hospital Pronto-Socorro (HPS), já receberam alta e se recuperam em casa.

    O homem de 50 anos que contraiu a doença é de Bom Jardim de Minas e viaja constantemente a Juiz de Fora a trabalho e também devido a um tratamento de saúde. Segundo o subsecretário de Vigilância Epidemiológica, Ivander Mattos Vieira, é provável que as duas crianças tenham contraído o vírus ao irem ao cinema.

    Ivander afirma que nos três casos houve transmissão sustentada, ou seja, os pacientes não viajaram nem tiveram qualquer tipo de contato com pessoas expostas a áreas onde já foram confirmados casos. "Com isso, pode-se afirmar que já existe o vírus H1N1 circulando na cidade."

    Atualmente, a cidade contabiliza 25 casos suspeitos, sendo cinco com pacientes em estado grave e 20 estáveis, internados em enfermarias. Para o subsecretário, a população não deve ficar alarmada, já que não existe um número de casos que caracterize a transmissão maciça na cidade, o que seria 10% da população contaminada. "As pessoas devem adotar medidas, como a higienização das mãos, a fim de evitar a epidemia. No caso de sintomas suspeitos, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) devem ser procuradas". Ele destaca que tanto o HPS quanto as UBSs contam com atendimento diferenciado e material necessário ao atendimento de pacientes que apresentam sintomas suspeitos da gripe A.

    Para o subsecretário, entre as medidas que serão tomadas está o combate às aglomerações de qualquer número de pessoas. "A Secretaria Municipal de Atividades Urbanas (SAU) vai atuar diretamente junto aos eventos para evitar as aglomerações. Este controle será feito com relação a festas particulares, torneios leiteiros, formaturas, ou seja, que têm caráter esporádico". No caso de casas noturnas e bares, deverá ser agendado um encontro com o Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes de Juiz de Fora, para definir as providências a serem tomadas. "No caso de boates e bares, por exemplo, levamos em conta o caráter de essencialidade e continuidade dos mesmos. Mas é preciso adequar o público ao tamanho do ambiente, e, se for preciso, propor redução para alguns casos", afirma Ivander.

    O prazo para adiamento de eventos, segundo o subsecretário, começa na próxima sexta-feira, dia 14, e vai até o dia 15 de setembro, quando o inverno está prestes a terminar, reduzindo, assim, a incidência de sintomas de gripe.

    Ainda segundo Ivander, deverá ser feito um levantamento quantitativo de gestantes no município. "É necessário que este número seja avaliado porque as gestantes necessitam de uma atenção especial, visto que os sintomas em mulheres grávidas são mais fortes que nas demais pessoas."

    De acordo com o gerente regional de saúde, Cláudio Reis, o número de medicamentos na cidade é suficiente para os atendimentos. "Recebemos 300 doses recentemente e este estoque é estratégico para a realidade da região. Nossa intenção é descentralizar a distribuição do medicamento, que atualmente é feita na Gerência Regional de Saúde (GRS), no HPS, no Hospital João Penido, na Maternidade Therezinha de Jesus, na Santa Casa de Misericórdia, no Hospital Universitário, além de cidades como Lima Duarte, Santos Dumont e São João Nepomuceno."  
    Volta às aulas

    As escolas municipais iniciaram o segundo semestre letivo nesta quarta-feira. O subsecretário de Vigilância Epidemiológica orienta que as crianças que apresentarem sintomas de gripe não devem ser levadas à escola. Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Educação de Juiz de Fora, nesta quinta-feira, 13, todas as escolas e creches municipais, juntamente com instituições filantrópicas conveniadas à Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), vão receber os kits de prevenção, contendo jornais, cartazes-alerta, adesivos de banheiro, máscaras e luvas.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.