• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010, atualizada às 17h50

    Juiz de Fora tem 16 casos confirmados de dengue

    Aline Furtado
    Repórter

    Juiz de Fora tem 16 casos confirmados de dengue, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 18 de fevereiro, pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental. Deste total, dez são autóctones, ou seja, foram contraídos na cidade, sendo três no Vale do Ipê, dois no bairro Jardim Glória, um no Cidade do Sol, um no Granbery, um no Milho Branco, um no Borboleta e um no São Benedito (ver mapas).

    Entre os outros casos confirmados, cinco são importados, contraídos em outros municípios, e um refere-se a local de infecção indeterminado. Das 40 notificações contabilizadas em Juiz de Fora, além dos casos confirmados, 12 foram descartados e 12 aguardam resultados de exames.

    De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde, Ivander Vieira Mattos, o ideal é que não houvesse registro, mas o número de casos confirmados contraídos no município está abaixo do previsto. "Com base no mais recente LIRAa [Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti], realizado entre os dias 4 e 8 de janeiro, que apontou um índice de infestação predial de 4,97%, esperávamos que os casos fossem aumentar bastante no mês de fevereiro."

    Em 2010, foram registrados dois casos autóctones a mais em Juiz de Fora em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2009, o LIRAa realizado em janeiro verificou um índice de infestação equivalente a 2,75%, sendo contabilizados, no mês de fevereiro, oito casos contraídos em Juiz de Fora.

    Mattos afirma que o controle da doença vem sendo feito. "Estamos desenvolvendo ações efetivas de prevenção e combate à dengue, principalmente no período de maior infestação, como abril e maio. Além disso, é fundamental que a população participe deste controle." Ele explica que ao ser realizada uma notificação, a área do entorno é bloqueada de modo a reduzir a possibilidade de infestação naquela região. Com relação aos casos importados, o subsecretário revela que os números são esperados por se tratar de um período de férias e viagens.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

     

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.