• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 6 de abril de 2010, atualizada às 18h02

    Novo valor de piso salarial para urgência e emergência é apresentado, mas impasse continua

    Clecius Campos
    Repórter

    Um novo valor para o Quadro de Valores de Referência (QVR), que poderá definir o piso salarial dos cargos de saúde da urgência e emergência, foi apresentado nesta terça-feira, 6 de abril, pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). O QVR agora leva em conta o tempo de serviço dos profissionais. Dessa forma, médicos e enfermeiros com até 10 anos de serviços na PJF teriam piso de R$ 4.000. Os mesmos profissionais entre 10 e 20 anos receberiam pelo menos R$ 4.200 e aqueles com mais de 20 anos de casa, R$ 4.400.

    Auxiliares de enfermagem I, com até 10 anos de carreira, teriam salário mínimo de R$ 1.300, enquanto aqueles entre 10 e 20 anos receberiam R$ 1.370 e os com mais de 20 anos de serviço, R$ 1.440. Já os auxiliares de enfermagem II, com até 10 anos de carreira, teriam piso de R$ 2.200, enquanto os que têm entre 10 e 20 anos de casa teriam rendimento mínimo de R$ 2.310 e os com mais de 20 anos de funcionalismo público municipal, R$ 2.420. Um estudo específico vai tratar da substituição do adicional de penosidade para as demais classes profissionais que integram os serviços de urgência e emergência.

    Para o presidente do Sindicato dos Médicos, Gilson Salomão, a proposta da PJF não contempla as categorias. "Ainda não há consenso. Os valores são pouco diferentes dos apresentados inicialmente e as classes não serão beneficiadas. Nesta quinta-feira [8], o sindicato apresentará uma contraproposta."

    Campanha salarial

    A pauta de reivindicações específica do sindicato foi entrega à Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH) na última segunda-feira, 5. Segundo Salomão, o sindicato aguarda o retorno da PJF sobre o assunto. A intenção é realizar uma reunião conjunta entre todos os sindicatos e a administração municipal, para tratar do reajuste salarial de forma coletiva. A assessoria de comunicação da SARH informa que todas as reivindicações trabalhistas encaminhadas até o momento estão em fase de análise. Posteriormente, serão marcadas reuniões para discutir a possibilidade de acordos.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.