• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 22 de fevereiro de 2011, atualizada às 12h59

    Carnaval em Juiz de Fora terá a distribuição de 120 mil preservativos

    Clecius Campos
    Subeditor
    Foto de preservativos

    Os foliões que curtirem o Carnaval em Juiz de Fora contarão com a distribuição de cerca de 120 mil preservativos. As camisinhas serão disponibilizadas pelo Programa Municipal DST/Aids da Secretaria de Saúde, que terá o incremento de 60 mil preservativos, destinados para cobrir os eventos da Festa de Momo.

    De acordo com o coordenador do programa, Rodrigo Almeida, aliado ao montante extra de preservativos, haverá a distribuição de mais 60 mil camisinhas, referentes às cotas mensais de fevereiro e março. "As cotas mensais serão utilizadas com os projetos nas escolas e com a população vulnerável, além de suprir parceiros e unidades, na prevenção feita ao longo de todo o ano. Em datas como o Carnaval, as ações são intensificadas, uma vez que a festa requer maior atenção à saúde."

    A distribuição do material começou a ser feita nesta segunda-feira, 21 de fevereiro, nas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) dos bairros, para as quais foi enviado um lote contendo 10 mil preservativos. Segundo Almeida, a intenção é atingir o folião que vai viajar ou que não irá curtir o Carnaval nas ruas de Juiz de Fora. "Começamos com o trabalho antecipado, para que a prevenção chegue a todas as pessoas, mesmo as que não estarão na cidade."

    Oficialmente, a campanha de prevenção à DST e Aids no Brasil será lançada na próxima sexta-feira, 25. No entanto, em Juiz de Fora, a distribuição de material informativo nas ruas será antecipada para cobrir o movimento de pré-Carnaval, com desfiles de blocos e grupos, iniciando na quinta-feira, 24. "Juiz de Fora tem um pré-Carnaval muito ativo, com blocos tradicionais no Centro e nos bairros. Por isso, estamos disponibilizando os materiais para as coordenações dos grupos e também faremos acompanhamento e distribuição de camisinhas, com as equipes técnicas nos locais de festas." Blocos, entidades e associações que quiserem participar da campanha podem solicitar materiais ao programa pelo telefone (32) 3690-7054.

    Na Passarela do Samba

    Nos dias da Festa de Momo, de 6 a 8 de março, a distribuição dos preservativos terá foco na Passarela do Samba, na avenida Brasil. Equipes do Programa DST/Aids estarão presentes na concentração e dispersão das escolas de samba, dando orientações e distribuindo preservativos. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) reforçará o trabalho em Juiz de Fora nesses dias.

    Seguindo o Ministério da Saúde, o alvo da campanha municipal de prevenção à Aids terá foco nas mulheres. Porém, Almeida afirma que a cidade tem meta em reduzir o número de novos casos, principalmente junto à população jovem, de 15 a 25 anos. "De 2009 a 2010 houve a redução de 10% no número de novos casos e vamos persistir com essa meta. Como Juiz de Fora tornou-se uma cidade universitária e também porque o Carnaval é uma festa jovem, estamos focando na população com idade entre 15 e 25 anos."

    Na região

    Juiz de Fora é referência macrorregional para DST/Aids para mais de cem municípios da Zona da Mata. Dessa forma, a cidade envia materiais de divulgação e preservativos para as localidades que solicitarem. Segundo Almeida, as cidades recebem ainda orientação, para que executem projetos de prevenção durante todo o ano e para que intensifiquem as ações em datas especiais. "A prevenção precisa ser perfeita, pois em alguns municípios não há programa de DST/Aids, sendo as demandas posteriormente encaminhadas à Juiz de Fora."

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.