• Assinantes
  • Saúde
    Quarta-feira, 13 de julho de 2011, atualizada às 12h38

    Médicos decidem entrar com notificações judiciais contra a Prefeitura por conta da precarização do setor

    Victor Machado
    *Colaboração
    Médicos protestando com faixa

    Os médicos da rede municipal de saúde decidiram, em mais uma assembleia realizada na noite da última terça-feira, 12 de julho, por entrar com duas representações judiciais contra a Prefeitura de Juiz de Fora por conta da precaredade do setor, ausência de retornos clínicos e prontuários médicos.

    Além disso, o presidente do sindicato, Gilson Salomão, afirma que irá cobrar um posicionamento oficial do Conselho Regional de Medicina (CRM) sobre as mensagens encaminhadas na Câmara Municipal sobre flexibilidade de carga horária e oficialização de sobreaviso médico. "Queremos ter um posicionamento oficial do CRM sobre o que está acontecendo, para ver se inflige o código de ética da categoria."

    Enquanto o acordo salarial não sai, a categoria mantém o boicote biométrico. "Já decidimos e enquanto não houver acordo entre Prefeitura e sindicato, a categoria mantém o boicote." Os médicos voltaram às atividades no dia 14 de junho, depois que a greve foi considerada ilegal pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Desde então, a categoria trabalha sem cumprir o ponto biométrico.

    Negociação

    Uma nova assembleia acontece na próxima terça-feira, 20 de julho. De acordo com o presidente do sindicato, ainda está prevista uma reunião com a Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH) para o mesmo dia.

    *Victor Machado é estudante do 7º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.