• Assinantes
  • Saúde
    Quarta-feira, 30 de maio de 2012, atualizada às 19h04

    Médicos do município mantêm indicativo de greve até o próximo dia 19

    Thiago Stephan
    Repórter
    Protes dos médicos

    Em assembleia realizada na noite desta terça-feira, 29 de maio, na Sociedade de Medicina, os médicos municipais rejeitaram a maioria das propostas feitas pela Prefeitura. Com isso, o impasse continua e uma greve da categoria não está descartada.

    "A assembleia decidiu manter o indicativo de greve até o dia 19 de junho, quando haverá nova assembleia. Foi aprovada a proposta de concurso público para o Programa Saúde da Família e rejeitada a criação de carreira nos moldes apresentados pela Prefeitura, sem definição de progressão vertical e horizontal. Assim como outras categorias, também não aceitamos a proposta de reajuste de 5,94%", afirma o presidente do Sindicato dos Médicos de Juiz de Fora, Gilson Salomão. De acordo com Salomão, nova rodada de negociação com representantes da Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH) deve ser agendada nos próximos dias. Ele espera que as negociações avancem antes da próxima assembleia.

    A pauta de reivindicações da categoria se fundamenta sobre três pontos: reestruturação da carreira; elevação do vencimento básico, que hoje é R$ 1.471; melhoria nas condições de atendimento ao público e fim da precarização dos serviços de saúde por meio de abertura de concursos públicos.

    Os médicos também estão se mobilizando contra a aprovação da Medida Provisória 568/2012 que, segundo Salomão, traria grande prejuízo aos médicos federais. "A medida provisória achata os salários dos médicos federais em cerca de 50%. Mexe em um direito adquirido que eles tinham", diz, destacando a necessidade de a categoria fazer pressão para evitar que seja aprovada. Atualmente a matéria tramita na Câmara dos Deputados.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.