Sábado, 8 de março de 2014, atualizada às 8h30

Campanha de vacinação contra o HPV começa na segunda-feira

Campanha de vacinação contra o HPV começa nesta segunda-feira

A partir da próxima segunda-feira, 10 de março, postos de saúde e escolas públicas e particulares de todo o país começam a ofertar a vacina contra o HPV (papiloma vírus humano) para meninas de 11 a 13 anos. A iniciativa é do Ministério da Saúde que, por meio do Programa Nacional de Imunização, está ampliando o Calendário Nacional de Vacinação com a introdução de três novas doses, que têm eficácia comprovada para mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual.

A vacina contra HPV que será distribuída no SUS é a quadrivalente e previne contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero, responsável atualmente por 95% dos casos de câncer no Brasil. Para receber a dose, basta apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação.

Juiz de Fora

Em Juiz de Fora, uma das escolas particulares que distribuirão a vacina é o Colégio Santa Catarina. As alunas que estiverem na faixa etária de abrangência da campanha poderão optar por receber a primeira dose da vacina no colégio, nos dias 17, 18 e 19 de março, no horário das 14h às 17h. Uma carta explicativa será enviada aos pais e responsáveis, que devem assinar autorizando ou não a vacinação da filha. No ato da vacina a aluna deve ser acompanhada de um responsável e levar documento de identificação, além da carteira de vacinação, caso tenha.

Outras escolas públicas e particulares que distribuirão as vacinas serão divulgadas pela Prefeitura de Juiz de Fora na próxima terça-feira, 11 de março. 

Dúvidas

Como a vacina contra HPV funciona?
Estimulando a produção de anticorpos específicos para cada tipo de HPV. A proteção contra a infecção vai depender da quantidade de anticorpos produzidos pelo indivíduo vacinado, a presença destes anticorpos no local da infecção e a sua persistência durante um longo período de tempo.

Por que o Ministério da Saúde estabeleceu a faixa etária de 9 a 13 anos para a vacinação?
Nas meninas entre 9 a 13 não expostas aos tipos de HPV 6, 11, 16 e 18, a vacina tem eficácia de 98,8%, logo, a época mais favorável para a vacinação é nesta faixa etária
Estudos também verificaram que nesta faixa etária a vacina quadrivalente induz melhor resposta quando comparada em adultos jovens, e que meninas vacinadas sem contato prévio com HPV têm maiores chances de proteção contra lesões que podem provocar o câncer uterino.

A vacina é administrada por via oral ou é injeção?
Por via intramuscular, com injeção de 0,5 mL em cada dose.

Mesmo vacinada será necessário utilizar preservativo durante a relação sexual?
Sim. É imprescindível manter a prevenção contra outras doenças transmitidas por via sexual, como HIV, sífilis, hepatite B, etc.

A vacina contra HPV pode ser administrada concomitantemente com outra vacina?
A vacina HPV pode ser administrada simultaneamente com outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, sem interferências na resposta de anticorpos a qualquer uma das vacinas. Quando a vacinação simultânea for necessária devem ser utilizadas agulhas, seringas e regiões anatômicas distintas.

Orientação

É imprescindível manter a realização do exame preventivo (exame de Papanicolaou), pois as vacinas protegem apenas contra dois tipos oncogênicos de HPV, responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo do útero. Ou seja, 30% dos casos de câncer causados pelos outros tipos oncogênicos de HPV vão continuar ocorrendo se não for realizada a prevenção secundária, pelo exame Papanicolaou.

Confira, abaixo, o quadro informativo sobre o vírus

 

ARTE: ACESSA.com

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.